Oficina mecânica limpa: 5 dicas para você aplicar

Os clientes de oficinas estão cada vez mais exigentes quanto às questões ambientais e de segurança.

O cliente sempre terá uma boa impressão ao chegar numa oficina mecânica limpa e encontrar organização, profissionais atenciosos e um ambiente de trabalho bem cuidado. Detalhes que passam confiança na prestação de serviços.

Nesse post, veja cinco dicas para te ajudar a manter sua oficina limpa.

1 – Como manter uma oficina mecânica limpa e organizada?

Essa é a grande questão que para alguns parece impossível ou que pode prejudicar a produtividade, “perdendo tempo” com limpeza num ambiente com resíduos trazidos pelos veículos e principalmente pelo óleo utilizado nos motores.

Apesar disso, existem soluções que simplificam a organização e a limpeza em oficinas, tornando as tarefas mais eficientes e dinâmicas, de uma maneira que o rendimento cresça.

O primeiro ponto

é delimitar áreas da oficina para cada conjunto de tarefas, com espaços demarcados e sinalizados. As ferramentas e os materiais utilizados em cada setor devem ser colocados por perto, para agilizar e facilitar a execução dos serviços.

O segundo ponto

é a manutenção da limpeza propriamente dita, principalmente nos espaços onde os clientes circulam e aguardam seus veículos ficarem prontos.

O terceiro ponto

é a organização das ferramentas, dos materiais e da bancada que, além de dar boa impressão para os clientes, ajuda  o trabalhador a encontrar o que precisa para executar cada procedimento. Ainda podem ser marcadas com cores por setor para auxiliar na organização.

O quarto ponto

está na sensibilização e no treinamento dos trabalhadores da oficina para a limpeza, a organização, o atendimento personalizado, a cordialidade, a abordagem inicial e a motivação de tornar e manter a oficina mecânica limpa.

O quinto e mais inovador ponto

é o uso de recursos digitais na oficina, que podem agilizar a burocracia, reduzir custos com materiais e logística, e ser utilizados na gerência dos serviços.

Um check-list é uma ferramenta valiosa que pode ser aplicado em diferentes momentos, como no fechamento de cada tarefa ou turno.        

2 – Quais são as preocupações?

Os focos da oficina mecânica limpa são: e manter a arrumação, a ordenação, a limpeza, o asseio e a disciplina. Ou seja, além dos  materiais colocados nos lugares adequados, práticos e seguros, o comportamento dos trabalhadores também deve ser integrado no planejamento.

O ponto principal de uma oficina mecânica limpa é sempre recolher e limpar tudo após cada tarefa e ao final de cada turno.Corredores e portas devem ficar livres para caso de emergência. O ideal é que tenha uma recepção, uma sala de espera e banheiros.

Evite guardar entulhos nos espaços sob bancadas e escadas. É fundamental apoiar e guardar materiais somente em locais seguros e adequados. Durante uma tarefa, tendemos a deixar o que estamos utilizando sobre algum equipamento próximo. Isso pode provocar acidentes se alguém esbarrar ou se apoiar sobre uma peça móvel.

Nada deve ficar empilhado sobre armários.

Manchas de óleo sobre o chão da oficina dão um aspecto ruim ao ambiente e podem causar acidentes, como escorregões e tombos.

Em uma oficina mecânica todo óleo usado ou contaminado deve ser coletado e ser destinado para reciclagem. Conforme estabelecido por lei, para preservar o meio ambiente.

3 – Como ganhar credibilidade com o cliente

Uma oficina mecânica limpa e organizada, que reduz desperdícios e destina adequadamente seus rejeitos, dá mais confiança e bem-estar aos  clientes e trabalhadores.

O bom atendimento visando a qualidade, o zelo com a limpeza e conservação do interior e das peças dos veículos, o conforto do cliente, como entregar o carro na entrada da oficina, sem precisar colocar no elevador, e a consideração do que foi falado pelo cliente no relatório são pré-requisitos para elevar a credibilidade de uma oficina com seu público-alvo.

Os trabalhadores da oficina devem trabalhar uniformizados, identificados e utilizando equipamentos de proteção durante os serviços. Cada profissional tem seu papel na empresa, apresente-os aos clientes.

Não é recomendado que os trabalhadores mantenham conversas alheias ao trabalho. Fumar nos ambientes internos é proibido. Também devem evitar ficar parados na porta da oficina, pois pode passar má impressão para quem quer entrar.

Os detalhes do orçamento devem ser informados com clareza, em linguagem simplificada, com o passo a passo, de preferência mostrando peças atuais com defeitos que propõe substituir. O ideal é que a apresentação do orçamento seja feita em área de espera. E que sejam disponibilizadas poltronas, água, café, TV e Wi-Fi para o cliente enquanto o veículo fica pronto.

Com o serviço concluído é importante apresentar as peças substituídas para o cliente decidir se quer levá-las, além de pedir que o mesmo faça um test drive e entregar a lista do que foi feito com sua garantia assinada e a nota fiscal.

Após a entrega dos serviços prestados, a oficina que mantêm relações com seus clientes tem maior credibilidade, como manter contatos com seu público-alvo nos meios de comunicação, tais como aparelhos celulares, aplicativos de mensagens e redes sociais. São canais de troca de informações e lembretes, por exemplo, manutenção preventiva, novos serviços e garantias de peças.

4 – Tecnologia, tecnologia

Há também os softwares de gestão de oficinas mecânicas com monitoramento simultâneo de serviços, estoque, relatórios de desempenhos e outras funções. O SEBRAE é um grande apoiador dos empreendimentos automobilísticos.

Como o cliente também é divulgador da empresa, suas experiências negativas e positivas são repassadas. Por isso, a importância da qualidade do atendimento aliado à limpeza e organização da oficina no mercado atual é bastante competitivo.

Essas ações tendem a aumentar a satisfação dos clientes e consequentemente a quantidade e a produtividade de serviços prestados. Para outras dicas de como aumentar a qualidade e a confiabilidade da oficina acesse aqui.

O setor de reparos automobilístico tem certificação fornecida pelo Instituto de Qualidade Automotiva – IQA baseada na ISO 9001 de qualidade. São avaliadas as características de organização, gestão financeira, instalações, equipamentos, armazenagem, processos de trabalho. Além de gestão de relacionamento com o cliente, recursos humanos, responsabilidade ambiental e marketing. Suas exigências tornam a oficina responsável com os clientes, trabalhadores e com o meio ambiente. Certificada, a oficina tem mais confiabilidade no mercado, pois recebe reconhecimento de instituição qualificada externa, e pode participar de licitações.

Cada vez mais o público feminino está frequentando oficinas. Essas clientes dão mais atenção ao cuidado com os ambientes e ao atendimento prestado pelos trabalhadores.

Cabe ressaltar que a limpeza das oficinas e dos trabalhadores não é uma questão meramente estética, pois está diretamente relacionada à segurança das pessoas e veículos nos seus ambientes.

Como evitar que a oficina polua o meio ambiente?

É primordial que cada trabalhador recolha e limpe tudo o que utilizou e sujou logo após cada tarefa.

O chão, os cantos, as paredes, os equipamentos e ferramentas devem sempre estar limpos, removendo as sujeiras e resíduos. Todo o óleo usado ou contaminado deve ser recolhido, coletado e destinado de acordo com a lei.

A captação, armazenamento e reuso de água da chuva pode ser um boa opção para diminuir sua conta.

A iluminação natural pode reduzir drasticamente o consumo de energia elétrica, que tem seus impactos da geração ao consumo.

5 – Como descartar os produtos da oficina

A sujeira nas mãos dos trabalhadores das oficinas é inevitável, mas o óleo não deve ir para o esgoto. Toda oficina mecânica deve direcionar a água contaminada com óleo para uma caixa onde ocorre a separação do óleo e água pela densidade, uma das exigências do licenciamento ambiental.

O óleo usado separado da água é vendido para a cadeia de reciclagem e para refinarias. Já os filtros, ainda não têm reaproveitamento, as oficinas contratam empresas que coletam e dão destinos adequados.

As embalagens dos lubrificantes devem ser armazenadas adequadamente e disponibilizadas para reciclagem.

Os panos descartáveis para limpar as mãos podem ser substituídos por aluguéis de panos de limpeza. A oficina recebe nova remessa limpa quando devolve a anterior utilizada, num processo contínuo.

Quando o carro é levantado aproveita-se para fazer todas as atividades necessárias naquele veículo. Assim há menor consumo de energia elétrica.

As correias retiradas de veículos podem ser utilizadas como matéria-prima para produzir cintos. Exemplo: tapete para a própria oficina ou até guia para animais domésticos.

Outros resíduos podem ser separados por tipo e vendidos por peso para empresas coletoras. Esse valor da venda de resíduos pode ser dividido. Metade para estimular os trabalhadores e outra metade para investir na oficina.

Guia de sucesso para serviços automotivos

Especialista Técnico formado pela Universidade Metodista de Piracicaba em Engenharia Industrial Mecânica, Pós Graduado em Marketing. Com mais de 22 anos de experiência no setor de Petróleo, sendo 9 anos na área de vendas de lubrificantes industriais e automotivos, e os demais na área de suporte técnico e desenvolvimento de lubrificantes para mercado brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *