Oficina mecânica: diferencial na prestação de serviços de manutenção

Um veículo parado para a manutenção implica em ociosidade de frota e perda de receita; o transportador precisa ver a oficina mecânica como diferencial na sua prestação de serviços.

Neste artigo, apresentaremos alguns fundamentos e os principais requisitos para se obter uma manutenção de frota diferenciada.

A partir do momento em que uma empresa possui um veículo, passa a fazer sentido uma preocupação com a administração racional desse bem.

Isso se justifica por várias razões, como o fato dos veículos serem bens de produção de custo elevado, além dos atritos, desgastes ou danos ao próprio veículo que, inevitavelmente, irão acontecer.

Ressalte-se que a manutenção de frotas de veículos ainda está sujeita a certas condições e fatores ambientais que a tornam particularmente complexa, como o estado da malha viária e a atuação de mercado dos fabricantes de veículos e implementos.

A importância da manutenção de frotas no atual contexto logístico

Definimos Manutenção de Frotas de Veículos como um conjunto de medidas e operações, cujo objetivo é colocar em condições adequadas para uso todos os equipamentos, visando o aumento de produtividade, segurança e economia para a empresa e principalmente, obter maior confiança do cliente na prestação dos serviços.

A missão da logística é dispor a mercadoria ou serviço no tempo certo, nas condições desejadas e no destino pretendido para o cliente, ao mesmo tempo em que ela trabalha para atingir a satisfação do cliente para manter a relação comercial entre as partes.

Uma frota de veículos representa um patrimônio valioso para as empresas de transporte e precisa de uma atenção especial, pois uma falha no equipamento fará com que a cadeia de distribuição dos produtos fique comprometida.

Neste caso, uma oficina mecânica como diferencial será uma excelente alternativa de competitividade.

Cabe ao gestor de frota zelar pela integridade destes veículos para que, através da realização do serviço de transporte, ocorra a geração de receitas.

Tipos de manutenção para uma frota de veículos

Várias alternativas de manutenção para uma frota de veículos foram criadas pelas transportadoras, sempre visando maximizar a disponibilidade dos equipamentos e minimizar os custos, gerando produtividade com segurança física e ambiental.

Destacamos os seguintes tipos de manutenção que podem ser realizadas: operacional (checklist realizado pelo condutor do veículo com o intuito de se verificar a existência de algum problema que impeça a utilização de um equipamento no transporte), preventiva, corretiva e inspeção veicular (verificação visual de itens que constam do plano de manutenção preventiva de um determinado equipamento).

Como escolher a estrutura mais adequada para a manutenção de uma frota

Até meados dos anos 90, a maioria das empresas de transportes realizavam as manutenções de seus equipamentos em oficinas próprias, com muitos profissionais e diversos setores mecânicos fazendo praticamente todos os serviços relacionados à manutenção em suas estruturas.

Com a mudança do panorama econômico que afetou este segmento, muitos empresários iniciaram estudos com o propósito de desativarem suas oficinas próprias, com a alegação de que a atividade-fim da empresa era transportar produtos e não cuidar de veículos.

Houve, então, o crescimento da terceirização dos serviços de manutenção de frotas, onde muitas concessionárias de veículos aderiram ao novo processo, como também mecânicos das transportadoras decidiram investir neste negócio, abrindo oficinas para atender às empresas onde trabalhavam.

No entanto, alguns contratempos ocorreram, colocando uma espécie de freio neste novo modelo de prestação de serviço.

 

Oficina própria ou terceirizada

O gestor de frota atual sabe muito bem que a receita da empresa acontecerá com a disponibilização dos veículos para atendimento à operação.

A pressão do mercado e dos consumidores por entregas mais rápidas e com custos acessíveis é grande.

Além disso, como a demanda é alta, ter caminhões parados e ociosos por conta de problemas de manutenção é impensável, uma vez que o prejuízo financeiro é certo.

Nesse contexto, muitas transportadoras questionam qual seria a melhor opção: oficina própria ou oficina terceirizada.

 

  • Oficinas Próprias: tática adotada por muitos transportadores que buscam rapidez e expertise no quesito manutenção. O custo para manter a estrutura de manutenção tem um peso considerável;

 

  • Oficinas Terceirizadas: a liberação dos veículos com maior rapidez nem sempre é possível nesta opção em função do horário de atendimento, aumentando a ociosidade da frota. Quando ocorre o reparo nos implementos e nos caminhões, o tempo de manutenção aumenta, pois nem sempre encontramos oficinas para atender às duas demandas simultaneamente.

 

Transformando uma oficina mecânica em um excelente e atrativo negócio

Quando uma transportadora busca opções para manter os veículos de sua frota em excelentes condições para atender os seus clientes, seja em função de custos, seja por falta de estrutura, consideramos uma tarefa muito árdua para o gestor de frota realizar.

Mas como encontrar uma oficina mecânica como diferencial que possa atender às expectativas de uma transportadora?

Diz um ditado popular que “em épocas de choro temos que vender lenços”; ou seja, só quem procura alternativas pode encontrar soluções.

Qualidade é tudo aquilo que satisfaz o usuário de um determinado produto ou serviço, portanto, se temos a intenção de empreender, precisamos nos certificar das reais necessidades de quem vai usar o nosso produto, para que haja uma fidelização entre as partes.

Muitos gestores com visão de futuro e com o conhecimento do mercado de manutenção para frota de veículos optaram por oferecer um sistema diferenciado para as empresas de transporte.

Oficina mecânica como diferencial de competitividade

Em um segmento de transporte turbulento como o atual, muitas empresas buscam opções para manter seus veículos em condições de uso e somente sobreviverão neste mercado aquelas que fornecem tratamento diferenciado para os seus clientes.

O que é preciso para ser uma oficina mecânica como diferencial no mercado automotivo?

Planejamento estratégico

Este deve ser o principal ponto a ser realizado para que haja sucesso na implementação. A prestação de serviço deve atender às expectativas do futuro usuário para que a relação comercial seja mantida.

Portanto se faz necessário implementar algumas estratégias como: definição do local da oficina, estrutura para o atendimento, suporte dos fabricantes, uso de tecnologia de ponta, divulgação do atendimento diferenciado que a oficina proporciona, equipe de mecânicos qualificados e pós-venda atuante.

Definição do público-alvo

Escolha o segmento de atuação para estruturar a oficina para prestar os serviços de manutenção.

Temos segmentos variados de transporte e veículos com muitas peculiaridades que devem ser conhecidas e respeitadas, os quais destacamos: transporte de produtos químicos, cargas em geral, móveis, produtos frigorificados, combustíveis, alimentos em granel, animais e resíduos domiciliares.

Conhecimento das necessidades dos transportadores

Quando a transparência na realização dos processos de manutenção ocorre, há um aumento de confiança na relação comercial entre as partes. O primordial na parceria é demonstrar realmente ao cliente sobre a necessidade de executar o serviço, discutir os itens do orçamento e apresentar opções, desde que estas não coloquem em risco a imagem do transportador e da oficina.

Provedor de soluções customizadas

Demonstre ao transportador que a oficina está capacitada para realizar os serviços de manutenção que tanto necessitam, como também apresentar opções para melhor atendê-lo.

Explique as vantagens que serão obtidas com a utilização dos recursos que a oficina disponibiliza e quais os ganhos de escala proporcionados com profissionais capacitados, localização privilegiada, certificação de qualidade, atendimento exclusivo, pós-venda, produtos e serviços qualificados e transparência do processo.

Cabe ao prestador de serviço de manutenção que o transportador entenda a importância da filosofia de Custo x Benefício e qual o caminho para a  sua obtenção, ou seja: “conhecer para melhor atender”.

Divulgação da marca transformando-a em referência de mercado

“Quem não se apresenta não é conhecido”, logo, é preciso criar estratégias para que a marca da oficina seja identificada como solução de problemas na área de manutenção.

Atualmente, não adianta apenas oferecer o melhor serviço do mundo se as pessoas não conhecerem o seu negócio. Do mesmo modo que não adianta fazer uma grande divulgação e não ter serviços de qualidade.

Hoje em dia, para alcançar a visibilidade, é imprescindível estar presente no ambiente digital. Muitos clientes em potencial não conhecem oficinas mecânicas e é na internet que eles procuram por esse tipo de serviço.

Para captar essas pessoas, é essencial manter um site atrativo e completo, informando: todos os meios de contato, instruções sobre a localização da sua oficina, formas de pagamento disponíveis e serviços oferecidos.

Para gerar diferencial competitivo, é recomendado disponibilizar dicas sobre a manutenção de veículos e oferecer atendimento online para esclarecer as dúvidas dos clientes.

Marcar presença nas redes sociais é uma maneira altamente eficaz para se destacar em meio aos concorrentes e vender mais na sua oficina mecânica.

As redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram, podem ser grandes aliadas na hora de divulgar seu negócio e aprimorar o relacionamento com os clientes.

Disponibilize materiais informativos e avise sobre ações promocionais, buscando sempre o feedback das pessoas.

Conclusão

Para ter uma oficina mecânica como diferencial e conseguir um bom desempenho no mercado automotivo, é necessário fazer um planejamento estratégico que apresente informações detalhadas sobre o mercado em que deseja atuar.

Além disso, é necessário pesquisar a concorrência para selecionar e descrever os produtos e serviços que serão oferecidos, criando diferenciais que possam chamar a atenção dos usuários, tendo como carro-chefe a qualidade da estrutura e a transparência nos processos.

Conheça alguns dos nossos artigos que podem ajudá-lo na gestão de frota:

 

 

Em caso de dúvida, não deixe de registrá-la nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *