Ferramentas para oficina: quais são essenciais

Com o avanço tecnológico na produção de veículos e de ferramentas de manutenção, as empresas que prestam serviços para este setor devem se atualizar constantemente. Esse é o caso das oficinas mecânicas, que precisam estar atentas às novidades para adequar seu negócio às demandas do mercado.

Mas quais ferramentas para oficina são essenciais? Confira a lista que preparamos para você neste artigo!

Como andam os serviços e ferramentas na sua oficina?

É necessário atualizar sempre questões referentes aos materiais e procedimentos conforme as novidades forem surgindo.

As oficinas podem e devem inovar, oferecer serviços antes não prestados, trabalhar com os diferentes tipos de veículos, sejam eles a combustão, nacionais ou importados, e realizar serviços no motor, alinhamento e balanceamento dos pneus, lanternagem e funilaria, ampliando a margem de lucro e a abrangência no mercado.

O uso dos equipamentos e ferramentas para oficina deve ser controlado com relatório atualizado contendo datas e prazos de aferições.

Esses materiais devem ser armazenados em estojos adequados, dispostos próximos dos locais de uso e retirados somente quando forem usados, evitando sujeiras e contaminação com óleo e graxa.

Para isso, o comportamento dos trabalhadores deve estar alinhado às práticas de conservação dos materiais.

Cabe ressaltar a importância dos equipamentos de proteção contra incêndio e o treinamento adequado para sua utilização. Ainda, as equipes de atendimento e de prestação de serviços também são ferramentas indispensáveis para o sucesso de oficinas mecânicas.

Mas voltando à grande questão: quais equipamentos e ferramentas para oficina são essenciais?

O que é essencial ter para oferecer os serviços básicos?

Entre as ferramentas para oficina indispensáveis e básicas, estão os variados alicates, as chaves de fenda, Phillips e outras, além dos instrumentos de medição e dos sistemas hidráulicos.

Vamos a uma descrição de cada uma.

Alicates

Algumas oficinas contam com alicates específicos para os serviços de corte e prensa de materiais, como de bico reto para torcer e cortar cabos, fios e arames. Porém encontram dificuldades quando há necessidade de utilizar ferramentas de outros tipos e formatos.

Uma alternativa é o uso de alicates universais de vários tamanhos e com diferentes bicos.

Chaves de fenda

Fundamentais em qualquer oficina, podem ter tamanhos diversos. Quanto maior seu pescoço, maior o torque.

O cabo de pegada tem sido produzido com vários materiais e algumas versões permitem a troca da parte metálica, dando maior versatilidade para a ferramenta. Existem kits de chaves de fenda com as variedades necessárias.

Chaves Phillips

Outro conjunto de ferramentas básicas para qualquer prestador de serviços automotivos é de chaves Phillips. Isso porque muitas peças de automóveis são fixadas com parafusos que têm cabeça em cruz.

Apesar de parecer possível, evite utilizar chave de fenda nesses parafusos, porque pode danificar a cabeça e impedir de rosquear e desrosquear.

Outras chaves

Além das chaves de fenda e Phillips, os veículos têm grande quantidade de parafusos de diferentes formatos, como em l, de boca, torkx, soquete, estrela, de roda e hexagonal.

Os conjuntos de chaves combinadas de diferentes tamanhos, que têm um lado de boca e outro de unit drive, são soluções para o aperto e desaperto de porcas, parafusos quadrados, sextavados e dodecagonais.

Já as chaves de roda do tipo cruz possuem quatro extremidades com tamanhos distintos. Por isso, uma oficina preparada para ter mais serviços e clientes deve contar com a maior variedade de chaves.

Instrumentos de medição

As medições realizadas em oficinas mecânicas também demandam ferramentas específicas. As distâncias são medidas com paquímetros, a corrente elétrica com amperímetro, a diferença de potencial com voltímetro.

A pressão de fluidos com manômetro, as pequenas espessuras e ângulos com micrômetros e o torque que cada parafuso deve receber é medido com dinamômetro ou torquímetro.

Sistemas hidráulicos

Elevar veículos e deslocar peças muito pesadas são atividades comuns em oficinas mecânicas, que exigem equipamentos adequados.

Para elevação, é utilizado o macaco hidráulico, que reduz drasticamente o esforço físico do trabalhador. Ele levanta a carga de até três toneladas por pistão hidráulico.

Já para locomoção de veículos e materiais pesados, utiliza-se o guincho hidráulico.

Duplicador de vagas

As oficinas que têm grande fluxo de carros podem encontrar problemas de espaço. Para isso, são indicados os duplicadores de vagas, que podem dobrar a capacidade da área, reduzindo a perda de trabalhos e aumentando o rendimento.

Scanner

Como o motor é a parte mais usada de qualquer veículo, sua avaliação deve ser bem detalhada. O objetivo é encontrar avarias, pequenas fissuras e irregularidades em pistões e válvulas para corrigir antes que o motor precise ser retificado ou trocado, que são procedimentos de alto custo.

Máquina repuxadora

Indispensável para serviços de funilaria, a máquina repuxadora tem modelos analógicos com boa relação custo-benefício, com tamanho compacto.

O repuxamento é feito com martelo de inércia, arruelas, calor por carvão grafitado e calor com ponteira de cobre. Ele permite a fixação de rebites e chapas, que são atividades comuns da funilaria.

Equipamentos de proteção individual (EPIs)

Obrigatório para qualquer oficina desde 2004, o uso de EPIs é uma exigência legal para qualquer negócio que preste serviços automotivos, pois trabalham com materiais pesados e perigosos.

Principais equipamentos de proteção individuais:

  • Luvas de látex.
  • Malha quatro fios, de vaqueta e de raspa.
  • Óculos de proteção e óculos para solda oxiacetilênica.
  • Protetor auricular tipo concha ou de inserção (silicone ou espuma).
  • Botina de vaqueta solado PU injetado.
  • Avental, mangote e perneira de raspa.
  • Protetor facial incolor.
  • Cremes de proteção.
  • Máscaras de solda, respiratória para fumos metálicos, de lixamento. Modelo PI e PII e para pintura.
  • Macacão Tyvec para pintura.

Outros equipamentos de oficinas mecânicas

Para o diagnóstico de veículos atuais que têm controladores eletrônicos integrados a sensores e atuadores voltados à melhoria de desempenho, conforto e segurança do motorista, são utilizados scanners específicos por funcionalidade, sistema e modelo do veículo.

Com tanta variedade, como saber quais equipamentos adquirir? Primeiro, é preciso definir quais serviços sua oficina vai oferecer: funilaria e pintura, oficina mecânica, injeção eletrônica, troca de óleo, autoelétrica, borracharia etc. Depois dessa análise, partir para uma pesquisa nas diversas lojas especializadas para este tipo de negócio.

Oficinas para carros elétricos e híbridos

Não podemos deixar de citar os mais atuais e modernos veículos elétricos e híbridos que já estão circulando por rodovias brasileiras!

Este mercado vem crescendo constantemente, ainda mais com o empenho das montadoras em tornar a propulsão de seus modelos “ecologicamente correta”.

Segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), com o melhor mês de março da série históric1100a da ABVE, as vendas de veículos eletrificados leves no Brasil cresceram 115% no primeiro trimestre de 2022, chegando a 9.844 unidades, contra 4.582 no mesmo período de 2021.

Com todo esse crescimento, as oficinas mecânicas, se quiserem atender a esses veículos, deverão tomar alguns cuidados especiais com os tipos de ferramentas, pois elas são diferentes!

Ferramentas para carros elétricos e híbridos

As ferramentas que os profissionais usarão devem possuir isolamento adequado para manutenção corretiva de veículos elétricos. São elas:

  • Torquímetro de estalo com encaixe 1/2″ isolado 1.000 V e capacidade 5-50 Nm.
  • Cabo T encaixe 1/2″ isolado 1.000 V.
  • Soquete estriado de longo encaixe de 1/2″ isolado 1.000 V e tamanho 8 mm.
  • Soquete estriado longo de encaixe 1/2″ isolado 1.000 V e tamanho 10 mm.
  • Luvas isoladas 1.000 V.

Outra ferramenta necessária para esses casos é o megômetro, instrumento de medição de isolamento de circuitos elétricos que gera e aplica tensão, que pode variar de 500 até 15.000V, em um equipamento para realizar a leitura da corrente elétrica.

Equipamentos de proteção individual (EPIs)

Na hora da manutenção, é imprescindível o uso de luvas isolantes de classe zero até 1.000 V, além dos óculos de proteção e sapatos isolantes.

Equipe qualificada

O sucesso de uma oficina mecânica também depende de seus profissionais, que devem ser treinados e qualificados para realizar os serviços com eficiência e segurança, evitando acidentes e protegendo a si e a oficina.

Como os carros atuais são diferentes daqueles fabricados há 20 anos, a equipe precisa acompanhar todas as mudanças. Para isso, existem cursos específicos para os funcionários, além de palestras que podem ser realizadas na própria oficina abrangendo toda a equipe.

 

Se quiser mais dicas para a sua oficina, leia estes outros artigos no blog:

Ferramentas para oficina

Texaco Lubrificantes: mais vantagens para o seu negócio!

A Texaco Lubrificantes dá a força que seu varejo precisa. Com seus produtos, você ganha sempre mais, tendo mais retorno do seu dinheiro! Prepare-se para uma verdadeira parceria de sucesso. Fale com um distribuidor autorizado.

12 comments

  1. Joi iene ferreira dos santos says:

    Gostei muito me ajudou pois vou colocar em pratica o que aprendi, gosto de mecanica e vou ate fazer um curso.
    Nao tenho site e quero me expecializar na mecanica diesel e gasolina

  2. Boa noite! Estou com um projeto de montar uma oficina e preciso de uma relação pra me ajudar um pouco por que são muitas coisas quero monta uma bem organizada com alinhamento e balanceamento enfim queria uma relação bem completa com scarnes 2 elevadores de carros leves e 1 para camionete teria como vcs me ajudarem com essa lista enorme quero ferramentas deis de macacos até mesmo para diagnóstico de injeção a final quero montar um centro automotivo completo com grande parte de ferramentas especiais! Aguardo resposta

    • Delton Stabelini says:

      Olá, Carlos Henrique. Tudo bem? Podemos te dar toda a assessoria necessária no que se refere às informações de compra de lubrificantes. Porém, infelizmente, não consigo ajudar com este tipo de informação. Abraço!

  3. AFFONSO HENRIQUE ALVES RIBEIRO says:

    Boa noite, faço parte de uma Empresa Júnior de Engenharia Mecânica, e um de nossos clientes solicitou que fizéssemos a seleção de equipamentos e o layout de uma oficina para ele. Estamos com dificuldades para encontrar materiais que nos guiem na pesquisa sobre os equipamentos que uma oficina necessita. Precisamos saber, por exemplo, qual a altura mínima um elevador deve elevar um carro para manutenção, sabendo que a altura máxima do espaço é 3,40 metros. Achar quais equipamentos devemos indicar é muito difícil, então seríamos muito gratos por qualquer ajuda que você pudesse nos fornecer. Desde já agradeço, e parabéns pelos textos, já nos ajudou.

    • Delton Stabelini says:

      Olá, Affonso. Tudo bem? Podemos te dar toda a assessoria necessária no que se refere às informações de compra de lubrificantes. Indico que continue acompanhando nossos próximos conteúdos. Provavelmente irão ajudar. ABraço!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *