Como a tecnologia e a qualificação garantem o melhor desempenho da frota

O panorama atual do segmento de logística e transporte no Brasil

Tecnologia e qualificação são itens fundamentais para sobreviver à realidade da infraestrutura de transporte no Brasil. Alguns dos principais problemas são:

  • Estradas mal conservadas
  • Muita burocracia
  • Baixo índice de investimentos

O transporte rodoviário é o principal modal no Brasil e já não é novidade dizer que os custos logísticos envolvidos nessa operação são bastante elevados e que eles impactam no setor financeiro das empresas.

Cabe ao gestor de frota acompanhar o desempenho dos condutores e dos seus veículos e, assim, buscar as melhores estratégias para a redução dos custos operacionais.

Ao juntarmos tecnologia e qualificação, nos direcionamos para a busca de economia e segurança com redução de custos e aumento de produtividade no segmento do transporte.

Neste artigo, iremos rever alguns pontos que requerem maior atenção no segmento do transporte e logística.

Ícones do segmento logístico

A logística consiste em toda uma série de ações que devem ser efetuadas para garantir que um produto chegue até o consumidor final. Isso engloba desde a obtenção das matérias-primas, para confecção do produto, até a sua produção e distribuição.

A logística deve estudar, analisar e procurar pôr em prática as melhores soluções para o transporte, armazenamento, fabricação e distribuição de produtos ao mercado, levando em conta a qualidade, o tempo e o custo.

Para que isso ocorra, precisamos estar atentos aos três ícones principais deste processo logístico. São eles: veículo, produto transportado e o motorista.

Cabe à empresa de transporte entender que a “harmonia entre os ícones” é o grande diferencial para o alcance dos melhores resultados (colocando-a muito à frente de seus concorrentes).

Um veículo bem conduzido implica em maximização do uso com redução de custos e entrega do produto sem danos e no prazo acordado. Precisamos, então, juntar a tecnologia embarcada com a qualificação dos motoristas.

Tecnologia embarcada como um diferencial

Definimos tecnologia embarcada como um sistema que permanece integrado a um microprocessador, conhecido como Chip, que é considerado o cérebro do computador por ser o responsável pela execução de cálculos, armazenamento de dados e do fornecimento de muitas informações através de um circuito integrado.

Os caminhões estão cada vez mais recheados de novidades por baixo do capô e dentro das cabines. Confira alguns exemplos a seguir:  

  • Se o caminhão ficar a menos de 15 metros de qualquer objeto e o motorista não estiver colocando pressão sobre o pedal de freio, o veículo, de forma autônoma começa atuar e, dependendo da velocidade, pode até parar sem qualquer intervenção humana;

 

  • Rastreadores e sistemas de posicionamento fazem com que, em qualquer lugar, o motorista esteja virtualmente acompanhado, além de freios e caixas modernas, entre outros, que modificam a forma de condução;

 

  • Em termos de segurança, há também um sistema opcional de bafômetro, com o qual o veículo só dá a partida após o sopro do condutor comprovar que ele está abaixo do nível máximo de álcool;

 

  • Ainda há a biometria e a telemetria, que fornece informações relacionadas ao desempenho da frota, dos condutores e da operação como um todo. Tudo isso é feito por meio de diferentes sensores instalados no caminhão.

Essas mudanças trazem a necessidade de atualização e qualificação dos profissionais, que estão sendo supridas pelas empresas de transporte internamente, por meio de escolas de motoristas e, em alguns casos, até mesmo pelas próprias montadoras.

Qualificação dos motoristas para potencializar o desempenho

Formar uma equipe de motoristas comprometidos e capacitados pode ser uma tarefa mais árdua do que se imagina. Responsabilidade e pontualidade são características não apenas valiosas, mas fundamentais em um profissional deste segmento.

Porém, a necessidade de especializações e reciclagens, por meio de cursos e treinamentos, é vital para garantir a confiança e o profissionalismo em alta. Alguns temas relevantes são:

  • Conscientização sobre políticas de segurança da empresa;
  • Treinamento em simuladores;
  • Simulação de ocorrências;
  • Técnicas de direção defensiva e condução econômica;
  • Gestão de riscos;
  • Ética pessoal e profissional.

Este processo da tecnologia e qualificação aprimorou o conhecimento técnico dos motoristas, auxiliando-os na compreensão da importância que o profissional tem nos índices estatísticos brasileiros.

É essencial trabalhar em forma de parceria visando obter melhores e maiores resultados operacionais e assim, ter ao final da cadeia produtiva, a satisfação do cliente.

Tecnologia Embarcada para Profissionais Qualificados

O crescimento da informação e o desenvolvimento tecnológico estão deixando os fabricantes de veículos cada vez mais inovadores, enquanto os consumidores estão mais exigentes.

Portanto, as indústrias que não fabricam com foco em seu cliente perdem muito fácil para a concorrência.

Vamos conhecer agora algumas novidades tecnológicas que encontramos nos caminhões:

  • Retrovisores Digitais: grandes fabricantes já estão testando essa nova tecnologia para que o motorista tenha uma visão muito mais ampla, onde câmeras são instaladas na parte superior externa da cabine;
  • Caminhões Elétricos: um dos grandes benefícios é a ausência de emissão de gases poluentes na atmosfera. Além disso, será um veículo totalmente silencioso e, também, não precisará mais de embreagem;
  • Computadores de Bordo: será capaz de prever falhas, realizar seu próprio diagnóstico interno do veículo na hora de fazer qualquer revisão ou manutenção, além, claro, de apontar a real quilometragem total e parcial, o horímetro. E ao programá-lo, o computador avisará o momento certo da troca de óleo lubrificante.

Conclusão

Uma empresa de transporte conhece muito bem as dificuldades para obter a rentabilidade que proporcione honrar os seus compromissos e, ainda, oferecer um serviço que atenda às expectativas dos seus clientes e, assim, ser referência no mercado.

Gestão de tempo é requisito fundamental para quem deseja faturamento e a cada dia vemos que a inovação tecnológica veio para ficar e profissionais qualificados são essenciais para a continuidade deste processo.

O mundo não se divide mais em grandes e pequenos e sim em rápidos e lentos.

Recomendamos aos gestores de frota alguns artigos que o ajudarão no desempenho de suas atividades:

 

Em caso de dúvida, não deixe de registrá-la nos comentários abaixo

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *