Reduza as paradas de caminhão através de manutenções preventivas

Por que as manutenções preventivas são tão necessárias?

Uma coisa é certa: se você quer reduzir as paradas de caminhões nas estradas, o único caminho é implantar uma rotina de manutenções preventivas eficiente na frota da sua empresa. 

Acredite! Para alcançar esse objetivo, é necessário investir em revisões regulares e programadas.

Para você ter uma ideia da necessidade desse tipo de ação, uma pesquisa feita pela Volvo Trucks revelou que a cada 10 paradas, 8 poderiam ser evitadas se as empresas de transporte mantivessem revisões preventivas nos seus veículos. Um dado alarmante, não é mesmo?

Mas não é só isso! Caminhões ou ônibus parados por horas ou dias nas estradas ou nos pátios significam atraso nas entregas e descumprimento de prazos, comprometendo a credibilidade da empresa junto aos clientes.

Por que as manutenções preventivas são tão necessárias?

A verdade é que esses tipos de paradas nas estradas acarretam em uma série de prejuízos às empresas, sobretudo, no que se refere aos altos gastos com reparos não previstos. 

Além dos custos com consertos e substituições de peças, é possível que ocorram perdas significativas de receita, por conta de atrasos e prejuízos causados nas cargas.

Sem contar que a imagem da empresa junto aos seus clientes também pode ser muito afetada, comprometendo negociações de curto, médio ou longo prazo. 

Uma gestão de frota efetiva garantirá a segurança da sua equipe de condutores, além de  outros motoristas e passageiros que trafegam pelas estradas. 

Sendo assim, para garantir a redução das paradas não planejadas da sua frota de veículos pesados, é preciso conhecer as necessidades de cada caminhão, a fim de criar mecanismos para prever possíveis falhas, substituição de peças e reparos. 

Como fazer manutenções preventivas efetivas?

Como um gestor de frotas experiente, certamente você já sabe o que abrange manutenções preventivas, não é mesmo? Porém, é sempre bom falarmos desse assunto de uma forma mais aprofundada e detalhada, para atualizar todos os nossos leitores.

Antes de mais nada, vale ressaltar que atuar na prevenção de possíveis danos sai, com certeza, bem mais barato do que fazer um conserto emergencial, por exemplo.

Uma dica para manter uma rotina de revisões é elaborar uma programação com datas para a realização dos serviços, materiais ou ferramentas que devem ser usados e uma lista com os profissionais responsáveis. 

Para não deixar nenhum item passar, crie um checklist e um cronograma padronizado para cada veículo. 

Esse cronograma é praticamente um roteiro de serviços que, claro, devem ser seguidos à risca pela equipe de manutenção. 

Na hora de montar esses processos, você pode se guiar pela norma técnica da ABNT, NBR 5462/1994 Confiabilidade e Mantenabilidade, que trata sobre a revisão dos equipamentos em geral.  

Para que a manutenção da frota seja ainda mais eficiente, é preciso criar e gerir indicadores de desempenho, onde é possível acompanhar os resultados de cada operação.

O objetivo dessas inspeções é fazer um controle maior sobre os processos, conseguindo visualizar a situação de cada veículo, no que se refere a consertos, troca de peças e revisões necessárias.  

Essas ferramentas de indicadores possibilitam que você identifique as principais falhas, a fim de reduzir custos operacionais e otimizar os processos do seu setor.

Principais cuidados em uma manutenção preventiva

Durante as rotinas de manutenção de frota, é preciso analisar uma série de itens para garantir a eficiência, a durabilidade e a segurança durante pequenos ou longos trajetos.

  • Óleo do motor

Entre as verificações mais importantes está o óleo do motor, que é, na verdade, um cuidado básico para qualquer veículo.

No caso de caminhões, por exemplo, essa checagem é ainda mais fundamental, afinal, eles passam muito tempo na estrada e, muitas vezes, por um longo período de tempo. 

Aliás, nem precisamos dizer que ao deixar esse item para trás, certamente você estará bem encrencado, pois o motor pode fundir por falta de lubrificação, gerando um custo ainda maior para a troca do equipamento.

Nesse sentido, é importante ficar atento a todas as recomendações dos fabricantes no que se refere a quilometragem para a troca do óleo. Verifique também se não há vazamentos no motor. 

Além de todos esses cuidados, a qualidade do lubrificante é fundamental para garantir melhor desempenho dos motores à diesel.

Uma das nossas dicas de produtos é o Delo 400 MGX SAE 15W-40, que é formulado com Tecnologia ISOSYN, combinação de óleos básicos Premium, aditivos de alta performance e expertise, excedendo os requisitos de desempenho da indústria e dos fabricantes de motor.

Além disso, possui uma formulação exclusiva, que proporciona desempenho similar ao dos sintéticos, protegendo as partes do motor a diesel e ajudando a minimizar o custo operacional e a maximizar a durabilidade do motor, garantindo também proteção de serviço estendida. Confira a sua ficha técnica clicando aqui.

Para quem ainda não conhece a linha de Lubrificantes Ursa® Texaco, saiba que você está perdendo tempo. 

Afinal, os nossos óleos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia para garantir o melhor performance dos motores a diesel, proporcionando mais qualidade e segurança.

Sem contar que os óleos a Linha Ursa® estão em conformidade com às normas ISO 9001/QS 9000.

Quer aumentar o intervalo entre uma troca e outra de óleo? Um dos produtos mais indicados da linha é o Ursa Premium TDX SAE 15W-40, que possui o maior intervalo de troca da categoria, chegando à 70.000 km rodados.

A sua escolha começa na linha de Lubrificantes Ursa® Texaco, que gera ainda mais economia em componentes como filtros, peças e lubrificantes. Confira a nossa lista de produtos:

Formulado com Tecnologia ISOSYN, combinação de óleos básicos Premium,  aditivos de alta performance e expertise. Destaque para o alto desempenho que proporciona um intervalo de troca de 70.000 km. Além disso, proporciona:

    • Excelente limpeza do motor;
    • Intervalos de trocas estendidos, como citamos anteriormente;
    • Baixo do consumo de óleo.

Óleo lubrificante semissintético de alto desempenho para motores de 4 tempos a diesel, que proporciona:

    • Proteção aos motores de veículos que percorrem longas distâncias;
    • Longos intervalos de troca;
    • Proteção das partes críticas do motor;
    • Limpeza eficiente do motor;
    • Resistência ao desgaste;
    • Proteção em altas temperaturas.

Óleo lubrificante mineral para motores de 4 tempos a diesel, naturalmente aspirados ou turboalimentados, garante:

    • Longa vida útil dos componentes e baixos custos de manutenção;
    • Operação eficiente e com baixo consumo de combustível;
    • Longos intervalos de trocas;
    • Excelente desempenho dos filtros;
    • Partida fácil do motor.

Formulado com Tecnologia ISOSYN que combina óleos básicos Premium, aditivos de alta performance e expertise, oferece: 

    • Alto rendimento e economia de combustível de até 1%;
    • Excelente dispersão da fuligem, com baixa formação de borra e baixo aumento de viscosidade do óleo;
    • Proteção às partes críticas do motor, maximizando a vida útil do mesmo;
    • Proteção inclusive em longos intervalos de troca, contribuindo para a durabilidade do motor e otimizando custos operacionais.

Óleo lubrificante mineral para motores a diesel de 4 tempos, naturalmente aspirados, operando em quaisquer condições de serviço:

    • Baixo desgaste;
    • Boa limpeza das partes vitais do motor;
    • Partida fácil do motor.

Para obter todas as especificações referentes aos produtos citados acima, basta clicar nos respectivos links. No site da Texaco você encontrará todas as informações necessárias!

  • Fluidos e lubrificantes

Outro item que precisa constar no seu checklist são os fluidos, como o lubrificante hidráulico e a água do sistema de arrefecimento do motor, por exemplo.

No caso da água, uma dica é fazer a checagem, pelo menos, uma vez ao dia, em viagens mais longas, além de observar se não há vazamentos. Em trajetos mais curtos, o ideal é fazer a checagem, no mínimo, 1 vez por semana. 

Aliás, como já falamos, não deixe de conhecer a linha de óleo e lubrificantes da Texaco, que garantem qualidade inquestionável, maior performance do motor, além de aumentar o intervalo entre uma troca de óleo e outra.

Todos os produtos Texaco da linha Ursa são aprovados e recomendados pelas principais montadoras do Brasil e do mundo! Fato que garante a confiabilidade e a eficácia dos produtos oferecidos pelas nossas linhas. 

Conheça a linha de Lubrificantes Ursa® Texaco e surpreenda-se com a qualidade e desempenho dos nossos produtos.

  • Sistema elétrico

O sistema elétrico dos caminhões também merece cuidado. Ao ligar o motor, se ouvir algum barulho diferente do habitual, fique atento, pois pode ser algum problema na parte elétrica, como bateria ou falhas no alternador.

Todo cuidado é pouco quando o assunto são as baterias. Observe se a solução destilada está no nível adequado e se os polos não apresentam impurezas. As sinalizações como setas, luz de freio e faróis também devem ser verificados de forma constante.

Além de garantir segurança, esses equipamentos precisam estar funcionando em perfeitas condições para evitar multas.

  • Suspensão e pneus

O cronograma de manutenção preventiva deve incluir também uma avaliação na suspensão e nos pneus, já que eles são responsáveis pela estabilidade do veículo.

Por isso, não deixe de fazer a medição dos desgastes dos pneus, principalmente nos sulcos com menos do que 1,6 cm, que indicam a necessidade de troca, pois, a partir dessa medida, eles já estão impróprios para o uso. 

  • Tanque de combustível

Caso a verificação desse item seja deixada para trás, alertamos que o prejuízo pode ser grande.

Isso acontece devido ao fato de que o tanque de combustível pode acumular água, em virtude da umidade de alguns locais. Sendo assim, o motor é danificado e, caso não seja reparado a tempo, transforma-se em um problema irreversível.

Benefícios da realização de manutenção preventivas

A verdade é que a implementação de uma rotina de organização de frota fornecerá inúmeros benefícios para o setor. Confira as principais vantagens para os caminhões ou ônibus da sua empresa:

  • Redução de custos com reposição de peças

As substituições de peças em manutenções corretivas representam um custo bem elevado para as empresas de transporte.

Por isso, rotinas simples como calibragem e rodízio de pneus, assim como alinhamento e balanceamento, são imprescindíveis para reduzir os custos com a reposição de peças.

Aliás, segundo especialistas em reparo e conservação de veículos, a aquisição de novas peças pode representar até 30% a mais nos custos.

  • Aumento da vida útil da frota

Esse é o sonho de muitos gestores de frotas. Afinal, aumentar a vida útil dos veículos é evitar o gasto com a compra de novos caminhões, por exemplo.

  • Economia de combustível

Com a alta do combustível no país, economizar no consumo desse insumo é o plano da maioria das empresas. Com as revisões em dia, os veículos conquistam maios eficiência, o que gera uma diminuição de gastos nos postos de combustíveis.

Por isso, é importantíssimo que as trocas de peças, como filtro de ar e vela de ignição, por exemplo, sejam feitas com regularidade e de forma adequada, diminuindo as chances do veículo consumir mais do que o necessário em um percurso.

  • Perigos enfrentados quando as paradas ocorrem

Além de todos os custos gerados pelas paradas de caminhão, uma das principais preocupações está relacionada também a segurança dos condutores, que podem ficar à mercê nas rodovias, correndo risco, inclusive, de sofrerem algum tipo de violência, como roubos de carga que, infelizmente, acontecem com certa frequência no Brasil.

Para você ter uma ideia, em 2018, foram registrados mais de 22 mil ataques a motoristas nas rodovias brasileiras, de acordo com um levantamento da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC)

Esses dados foram levantados pelo órgão a partir do cruzamento de dados feitos entre a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Polícia Militar. 

Preocupante, não é mesmo? Por isso, manutenções preventivas são importantíssimas para reduzir paradas de caminhões nas estradas. 

  • Caminhões conectados: uma nova solução

Você sabia que a conectividade também pode ser uma aliada na manutenção preventiva? Isso mesmo! Hoje em dia, muitas empresas de transportes contam com a tecnologia para manter a frota de veículos pesados em dia.

Para se ter uma ideia, cerca de 25 mil caminhões que percorrem as estradas brasileiras estão 24 horas conectados. 

Todos os dados referentes ao caminhão são enviados em tempo real à empresa, garantindo 100% das informações durante todo o trajeto.

Essa, sem dúvida, é uma forma inteligente para manter uma gestão de frota precisa e eficiente, além de controlar os custos operacionais. Uma ótima solução para quem quer otimizar a operação.

Conclusão

Não deixe de usar todos os recursos disponíveis para garantir a durabilidade e confiabilidade dos veículos da empresa que você trabalha!

Reduza gastos com trocas de peças e consumo de combustível, trabalhe para garantir uma maior vida útil da frota e proporcione mais segurança aos seus condutores nas estradas.

Vale lembrar ainda que uma gestão satisfatória é um trabalho contínuo e árduo. Então, não deixe de se atualizar de forma constante e ficar de olho nas novidades e tendências do mercado, no sentido de implementar melhorias.

Aqui no nosso blog, você encontra muitos artigos que abordam a manutenção preventiva, inspeção de frotas e manutenção corretiva

O que abordamos neste artigo:

  • Por que as manutenções preventivas são tão necessárias;
  • Como fazer manutenções preventivas efetivas;
  • Principais cuidados em uma manutenção preventiva;
  • Benefícios da realização de manutenção preventiva;
  • Perigos enfrentados quando as paradas ocorrem;
  • Caminhões conectados: uma nova solução.

Tem alguma experiência sobre inspeções de veículos pesados? Quer dividir conosco? Comente e compartilhe este artigo.

Esperamos que nossas dicas tenham sido úteis para a sua rotina de trabalho e gestão, mas não paramos por aqui! 

Abaixo você encontra um guia completo para te auxiliar na redução dos custos da sua empresa. O material é gratuito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *