Óleo lubrificante: por que seguir recomendação do fabricante

Você sabe quais são os benefícios de utilizar o óleo lubrificante certo para cada carro?

Descobrir o melhor óleo lubrificante para um carro não é difícil. Basta que você tenha o manual do proprietário ao seu alcance – seja em papel ou online.

constam todas as informações necessárias para manter o veículo em bom funcionamento pelo maior tempo possível, incluindo a indicação do óleo lubrificante ideal.

Você provavelmente já se perguntou por quais motivos um óleo lubrificante em específico é o ideal para o carroMuitas dúvidas surgem também se para um veículo semelhante, a indicação pode ser diferente.

Afinal de contas, quais riscos você assume ao usar um produto não recomendado pela montadora? Como é determinado qual óleo lubrificante deve ser usado e por que a recomendação muda de acordo com o modelo? Principalmente, por que você deve sempre seguir essa indicação?

Esse post te dará todas as informações necessárias para responder essas perguntas. Acompanhe a seguir para entender melhor.

Desempenho

Utilizar o óleo lubrificante recomendado pela montadora assegura o desempenho do motor.

O óleo lubrificante certo extrai o melhor do motor do carro.

Para desenvolver um novo modelo, designers e engenheiros trabalham juntos no projeto, discutindo design, mecânica, aerodinâmica do veículo. Protótipos são montados para avaliar se a proporção e harmonia do conceito, cores e acabamentos externos e internos, etc.

Além do aspecto “visível”, as partes mecânicas do motor são igualmente elaboradas e testadas, inclusive especificando o óleo lubrificante que vai assegurar a performance projetada para o veículo.

Sabendo disso, não há motivos para escolher um óleo lubrificante diferente.

Seguindo a recomendação do fabricante, você tem certeza que o seu veículo está funcionando da melhor forma possível.

Lubrificação

O óleo lubrificante ideal mantém a lubrificação do motor em dia.

Cada óleo lubrificante – seja mineral, semissintético ou sintético – possui capacidades específicas de lubrificação e viscosidade.

Você assume um risco quando não segue a recomendação do fabricante.

Pode ser que você utilize um óleo lubrificante que não vai realizar sua função adequadamente. Isso porque cada motor tem necessidades específicas.

O tipo de óleo lubrificante e o grau de viscosidade recomendados pela montadora asseguram proteção e desempenho ao motor. Protege as partes móveis nas partidas a frio, reduzindo o desgaste. Refrigera o motor em alta rotação, mantendo a performance.

A especificação e qualidade do óleo lubrificante refletem na durabilidade das peças do motor, maior intervalo entre trocas de óleo, reduzem a emissão de gases poluentes e promovem a economia de combustível.

Por isso você precisa usar o óleo lubrificante indicado!

O produto recomendado pelo fabricante passou por testes que comprovaram sua eficácia com aquele modelo. Ou seja, aquele óleo lubrificante faz tudo o que o motor precisa.

Dessa forma, o motor poderá rodar plenamente e render por muito mais tempo.

Durabilidade

Utilizar o óleo lubrificante recomendado diminuirá o desgaste das peças.

Usar o óleo lubrificante correto é fundamental para aumentar a vida útil do motor.

Cada óleo lubrificante possui aditivos e propriedades únicas. O produto recomendado pela montadora é um conjunto de características que atuam sob medida para um veículo específico.

Isso garante o bom funcionamento e aumenta a durabilidade das peças do carro.

A seguir, veja porque o óleo certo garante mais durabilidade:

  • Impede que o motor faça “mais força” do que o necessário para rodar;
  • Evita a formação de borras;
  • Lubrifica todas as partes do motor com qualidade.

Economia

Com melhor lubrificação, menor desgaste e maior durabilidades, os custos caem!

Vimos, então, que o óleo lubrificante indicado pelo fabricante dura mais, lubrifica melhor e evita danos.

Se o óleo lubrificante ideal é capaz de manter o carro funcionando perfeitamente, a conclusão é simples. Ele permite que o dono do veículo economize muito!

O motorista pode reduzir os custos com:

  • Manutenção do carro como um todo;
  • Combustível;
  • Trocas de óleo desnecessárias.

Primeiramente, utilizar o óleo lubrificante correto para o seu veículo reduzirá custos com trocas e de peça.

Isso porque quando o motor está lubrificado e funcionando de forma otimizada, não há tanto desgaste. Os custos com manutenção geral do veículo, com certeza, diminuirão muito.

Além disso, o óleo lubrificante dura mais tempo devido a sua viscosidade ideal para as temperaturas que o motor alcança. Isso significa que a troca de óleo precisará ser feita com menor frequência.

E, é claro, o motor funcionando da maneira mais eficiente possível, significa que consumirá menos combustível.

Ao rodar sem desperdícios e protegido de desgastes, o motor apresentará melhor performance, por mais tempo. Inclusive em cenários de uso pesado como em grandes cidades com trânsito complicado.

Mitos sobre óleo lubrificante

Cuidado com as informações erradas sobre o óleo lubrificante!

Onde existem muitas dúvidas, aparecem muitos mitos. Portanto, é preciso verificar as informações que recebemos e tomar cuidado com orientações.

Agora você já entende melhor o funcionamento do óleo lubrificante e porque é importante seguir a recomendação da marca. Vamos, então, quebrar alguns mitos bastante difundidos sobre o assunto:

  • Mito 1: “Quando utilizamos o óleo lubrificante correto, ele nunca fica velho”

O óleo lubrificante recomendado pelo fabricante tem sim uma durabilidade maior, mas não dura para sempre.

O manual do fabricante indicada o grau de viscosidade (SAE), a classificação API e o intervalo de troca. Siga essas recomendações para evitar problemas com o motor.

  • Mito 2: “Todos os óleos lubrificantes são iguais e podem ser utilizados em qualquer tipo de motor”

Você aprendeu nesse post que cada óleo lubrificante tem suas próprias características e aditivos.

A viscosidade também é um fator que varia muito e precisa estar adequado ao motor do seu veículo. Usar um óleo lubrificante inadequado pode causar danos sérios ao veículo.

  • Mito 3: “Qualquer tipo de lubrificante pode ser usado em carros antigos”

Da mesma forma que para motores modernos, os antigos precisam do óleo lubrificante correto.

Não é porque o carro é mais antigo que ele não merece o cuidado apropriado.

Para que o motor continue a funcionar corretamente por ainda mais anos, utilize sempre o óleo lubrificante recomendado.

Conclusão

Pronto para escolher o melhor óleo lubrificante?

Seguir a recomendação de óleo lubrificante feita pelo fabricante impacta positivamente o rendimento do carro. Isso porque as montadoras realizam uma série de testes para cada tipo de motor, de acordo com a tecnologia embarcada.

Se você quer aprender mais sobre as características do óleo lubrificante e como elas afetam o seu motor, dê uma olhada nesses outros posts:

Cada óleo lubrificante tem um conjunto diferente de características. Os testes detalhados do fabricante revelam quais dessas qualidades, juntas, possibilitam que o motor performe melhor.

O produto recomendado pela montadora foi, portanto, escolhido entre tantos outros por um motivo. Aquele óleo lubrificante garantiu que o motor funcionasse em seu melhor desempenho.

Vamos recapitular as principais vantagens de usar um óleo lubrificante recomendado pela marca:

  • Desempenho;
  • Lubrificação;
  • Durabilidade;
  • Economia.

Ainda tem dúvidas sobre porque usar o óleo lubrificante recomendado pela montadora é tão importante? Deixe seu comentário no final da página!

Guia produtos Havoline Texaco

 

Especialista Técnico formado pela Universidade Metodista de Piracicaba em Engenharia Industrial Mecânica, Pós Graduado em Marketing. Com mais de 22 anos de experiência no setor de Petróleo, sendo 9 anos na área de vendas de lubrificantes industriais e automotivos, e os demais na área de suporte técnico e desenvolvimento de lubrificantes para mercado brasileiro.

2 comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *