Fluido de radiador: você sabe todos os detalhes sobre ele?

Obtenha todas as informações necessárias para cuidar de qualquer veículo!

O fluido de radiador é mais do que um produto para preencher espaço nas prateleiras de uma oficina mecânica. Ele é um item essencial para qualquer automóvel.

Geralmente, proprietários de carros não medem esforços com os cuidados, realizando visitas periódicas à oficinas mecânicas, para conferir os detalhes mais importantes das peças.

Há uma série de detalhes que não podem ser esquecidos para manter o carro em perfeito estado – independente do ano de fabricação. Dentre eles está a atenção ao uso correto e regular do fluido de radiador.

Afinal, o que faz um fluido de radiador?

Basicamente, ele serve para manter o motor funcionando a uma temperatura ideal, e esse trabalho é feito em conjunto com o radiador.

Essa dupla dinâmica é responsável por mandar para fora o calor produzido pela queima do combustível. Tudo isso para evitar o desgaste prematuro dos componentes do motor.

O fluido de radiador percorre um caminho que vai desde o interior do motor, de onde o calor é originado, chegando até o radiador, que dissipa o calor.

Existe diferença entre fluido e aditivo de radiador?

Sim, existe. Os dois têm o mesmo propósito de controlar a temperatura do motor e proteger contra ferrugem e corrosão do motor. Porém, podemos citar algumas pequenas diferenças.

É considerado aditivo aquela substância que deverá ser misturada à água e que possui uma quantidade de monoetilenoglicol (MEG) e inibidores de corrosão em sua composição. Além disso, ele precisa atender a determinadas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Os fluidos de radiador, no entanto, não precisam ser misturados à água eles já vem pronto para uso e devem cumprir as normas da ABNT.

As normas ASTM (Sociedade Americana de Teste e Materiais) e a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) definem a quantidade mínima de MEG e a presença de inibidores de corrosão para cumprir com a máxima eficiência que se espera.

Sendo assim, a vida útil dos componentes, a proteção do sistema de arrefecimento e do motor são preservadas com o uso de um bom aditivo e ou fluido de radiador.

Algumas marcas, como a Texaco, seguem com rigor todos os itens previstos para a composição de um produto de eficiência incontestável. Independente do nome que esteja impresso na embalagem.

É possível usar o mesmo fluido de radiador para diferentes tipos de motor?

Cada motor tem particularidades que devem ser respeitadas. Sendo assim, é preciso analisar os detalhes de cada carro para escolher o produto mais adequado.

O manual do proprietário, do veículo do seu cliente, costuma oferecer as especificações que devem estar presentes no fluido de radiador mais indicado para o modelo. Porém, muitas pessoas costumam perder o manual.

Nesses casos, a sua opinião como mecânico vale muito! Sendo assim, é importante manter uma relação saudável com os clientes, para que eles possam confiar em tais “conselhos”.

Afinal, a escolha e a troca regular do fluido de radiador é fundamental para aumentar a durabilidade das peças que compõem o sistema de arrefecimento e do motor.

Peça cuidado com a água do radiador!

Muitas vezes, o condutor vai ao posto de gasolina apenas para abastecer. Após concluído esse serviço o frentista costuma perguntar: “Quer que eu complete a água do motor?”

Nesses casos a resposta do seu cliente deve ser um gentil “não”. Pois, a água utilizada nessas ocasiões costuma ser água de torneira, o que não é apropriado.

A água derivada diretamente dos sistemas de tratamento das cidades costuma conter diversos elementos químicos, como: cloro, flúor e cálcio, por exemplo.

Esses elementos podem causar depósitos e danificar um selo do motor, a bomba d’água e/ou a válvula termostática, levando a outros problemas de funcionamento do motor.

O correto é utilizar água desmineralizada no motor.

A água desmineralizada ou deionizada reduz o potencial corrosivo do motor protegendo os componentes metálicos de corrosão e prolongando a vida útil do motor e do fluido de radiador.

Sendo assim, sempre mantenha um diálogo aberto com seu cliente, afinal, com explicações como essa, o relacionamento entre ele e a sua oficina tende a crescer com confiança.

E quais são as normas e certificações necessárias?

Para que se tenha a certeza de que está trabalhando com um produto de qualidade, é preciso verificar determinadas certificações:

  • Atender a norma ASTM D-3306, para veículos leves;
  • Atender a norma ABNT 13705, aditivos, ou seja, na versão concentrada;
  • Atender a norma ABNT 14261, na versão pronto para uso.

Por que devemos usar os aditivos e ou fluidos de radiadores da Texaco?

  • Atende a ASTM D3306
  • Atende a ABNT 13705 e 14261;
  • Atende a especificação Ford WSS-M97B44-D;
  • Atende a especificação GM6277M, MB 326.3;
  • Atende a Volkswagen/Audi TL 774 Type F (G12+);
  • Prove efetiva proteção contra corrosão ao alumínio, cobre, ferro fundido, aço, metal de solda a altas temperaturas;
  • Maior vida útil da bomba d’água e da válvula termostática.

Sobre as diferentes cores do fluido de radiador

Os mais observadores já devem ter se dado conta de que os fluidos apresentam diferentes cores. Algumas pessoas se perguntam se isso pode impactar no desempenho e a resposta é “não”. Não prejudica em nada!

Segundo o engenheiro mecânico Leonardo Vega , essa questão é meramente comercial: “Cada montadora adota uma cor, que não impacta no desempenho dos aditivos”, explica.

Quais prejuízos a escolha errada de um fluido de radiador  pode acarretar?

São vários, mas o mais perigoso e o mais temido é o prejuízo financeiro.

A escolha do fluido certo para determinado modelo de automóvel vai evitar danos por superaquecimento e queima da junta do cabeçote – só para ficarmos em dois exemplos.

E entre os benefícios, esses sim incontáveis, podemos destacar a longevidade do motor e seus componentes.

O benefício também se estende ao seu cliente, que evitará ter dores de cabeça com o veículo e gastos inesperados.

O importante é escolher um fluido de radiador de alta qualidade, como os da Texaco!

A escolha certa tem nome: Texaco!

Nem sempre é fácil pesquisar os melhores produtos para oferecer na sua oficina mecânica, afinal, atualmente, o mercado possui uma ampla gama de variedades.

Porém, como citamos mais acima no texto, é preciso estar atento às certificações exigidas pelos órgãos responsáveis, além de verificar todos os benefícios reais da linha que deseja adquirir.

Os produtos da Texaco são indicados por várias montadoras, afinal, o resultado de desempenho, qualidade e benefícios aos veículos podem ser comprovados.

Conheça toda a linha de produtos Havoline clicando aqui.

Temos certeza de que você poderá garantir ainda mais retorno do seu investimento ao optar pelo que há de melhor no segmento.

Caso queira falar com um de nossos consultores, acesse os links abaixo:

–  Quero Havoline na minha oficina!

Gostou do nosso conteúdo? Quer mais? Faltou algo? Entre em contato com a gente aqui nos comentários! O papo certamente vai ser muito agradável!

Repassando o que vimos neste post

  • Qual o caminho percorrido pelo fluido de radiador e a sua função no veículo;
  • Principais diferenças entre fluido e aditivo de radiador;
  • Cada motor deverá utilizar o fluido correspondente para evitar danos;
  • A importância de não completar a água do radiador em postos de combustível;
  • Normas e certificações necessárias para que o fluido de radiador apresente qualidade e ofereça confiança;
  • As diferentes cores do fluido de radiador;
  • Por que escolher produtos Texaco para a oficina mecânica.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *