Vídeo – Falta de Lubrificação do Motor

Uma lubrificação eficiente é indispensável para a preservação e bom funcionamento de motores à combustão. Ela potencializa o motor, tornando-o mais eficiente e durável.

A falta de lubrificação do motor, por outro lado, pode desgastá-lo e causar sérios problemas ao veículo se a manutenção não for realizada ao primeiro sinal de adversidade.

No vídeo a seguir, apresentamos qual o reflexo de uma escolha eficiente sobre o óleo lubrificante. Assista:

Falta de lubrificação no motor: causas

Para entender o que pode originar o problema no motor, trouxemos algumas das principais causas. Confira:

• Formação de borra: quando o óleo se deteriora quimicamente devido à baixa qualidade dos óleos básicos e ou falta de aditivação antioxidante ou contaminação, acontece o problema.

• Viscosidade alta na partida a frio: a viscosidade inadequada do óleo pode afetar a lubrificação na partida a frio e aumentar o desgaste no motor.

• Baixo nível de óleo: O consumo excessivo de óleo pode acontecer devido a folgas excessivas entre anel e camisa e ou vazamento externo, logo, é importante checar o nível do óleo com regularidade.

• Corrosão: a corrosão química acontece quando o enxofre tanto do combustível como do óleo básico do lubrificante encontra-se com água no cárter reagindo e gerando o ácido sulfúrico que ataca os metais. Usar um óleo lubrificante de qualidade e trocar o óleo no tempo adequado evitará esse ataque corrosivo dentro do motor.

• Desgaste das peças: embora seja inevitável este acontecimento, cuidar bem do motor e escolher o lubrificante adequado pode reduzir o desgaste acentuado das peças do motor. Caso contrário, pode acontecer antes do “previsto” por diversos fatores, como usar lubrificantes de baixa classificação de desempenho, baixa quantidade de óleo na lubrificação ou contaminação do óleo.

• Pressão do óleo anormal: com relação ao lubrificante a perda de pressão do óleo pode envolver: a diluição de combustível no lubrificante, baixa de nível de óleo no carte, alteração da viscosidade do óleo, problemas com o sensor de pressão e temperatura por exemplo.

Impacto da falta de lubrificação no motor

O óleo pode causar um impacto negativo ao funcionamento do motor a partir de complicações, como o acúmulo de partículas contaminantes e a perda de propriedades de lubrificação. Por isso, é importante recomendar que o condutor não espere que o óleo ultrapasse o período de troca, e nunca utilize lubrificante de baixa ou inferior classificação de desempenho requerida pelo fabricante do motor, pois há consequências negativas para o funcionamento do veículo.

Como é possível detectar o problema? Alguns veículos mais modernos, contam com tecnologia embutida que possibilitam diagnósticos em relação à qualidade do óleo e falta de óleo no motor.

Mas a maioria dos veículos é necessário verificar o nível de óleo de forma manual e frequente.  É importante não “confiar” apenas na luz que acende no painel, pois ela não costuma ser o suficiente para trazer este tipo de alerta. Outro indício em relação às adversidades com o óleo lubrificante são os barulhos que podem surgir no motor do veículo.

A importância da troca de óleo

Conforme vimos no vídeo acima, o óleo lubrificante é responsável por manter o motor em seu perfeito funcionamento, minimizando o desgaste, limpando o motor e refrigerando-o.

Caso o óleo esteja vencido e sujo, estes problemas poderão contribuir para o desgaste dos componentes do motor, o que irá afetar o desempenho do automóvel até que ele pare de funcionar.

Por isso, a manutenção preventiva é muito importante. Além disso, é relevante estar sempre de olho no nível do óleo para que o motor não funcione com a quantidade de lubrificante abaixo do recomendado.

Por fim, para a melhor performance do motor, é necessário que seja utilizado o melhor óleo lubrificante para o motor, ou seja, aquele que possui as características adequadas às necessidades do veículo.

Conclusão

Extremamente importante para o melhor desempenho do veículo, a escolha do melhor óleo lubrificante para o veículo, somada à manutenção adequada, evitará a falta de lubrificação no motor.

Logo, oriente o seu cliente a estar sempre de olho neste aspecto para que não surja a adversidade. A prevenção sempre sairá mais barato do que a correção do problema.

Para te ajudar, listamos alguns artigos sobre o assunto que podem ser úteis. Confira!

Lubrificantes: respostas para as dúvidas mais comuns dos clientes:

3 coisas que os clientes não sabem sobre óleo de motor:

Lubrificante automotivo – Como escolher o melhor?

Em caso de dúvidas, você já sabe: compartilhe conosco por meio dos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *