Óleo sintético ou semissintético: qual a diferença?

Óleo sintético

O óleo lubrificante sintético é formulado com óleos básicos sintéticos e aditivos. 

Óleos básicos sintéticos possuem um altíssimo grau de pureza e associados a aditivos, que melhoram suas propriedades físicas e químicas, conseguem desempenhar melhor que os óleos semissintéticos e minerais.

Por isso, quando a ideia é criar um óleo que seja mais resistente que os anteriores, o laboratório faz diversos estudos e tentativas, colocando novos aditivos, até que o objetivo seja alcançado.

É justamente essa possibilidade de manipulação e desenvolvimento constante que torna o óleo sintético a opção mais completa do mercado. 

Em relação à durabilidade, os óleos lubrificantes sintéticos são mais resistentes a oxidação por terem uma composição mais uniforme e estável. Isso permite que você rode mais quilômetros sem se preocupar com a troca. 

Isso resulta, dentre outra propriedades, em uma maior resistência à oxidação (envelhecimento) do óleo lubrificante dentro do motor.

Os principais benefícios do óleo sintético são:

  • Maior lubrificação do motor;
  • Maior durabilidade;
  • Impede formação de borra;
  • Maior resistência à oxidação.

Óleo semissintético

O óleo semissintético é elaborado através da mistura de óleos básicos minerais e sintéticos, em proporção mínima definida, buscando reunir as melhores propriedades de cada tipo.

O interessante de óleos semissintéticos é que eles buscam um equilíbrio no valor de produção – consequentemente, no valor de venda.

Isso ocorre porque o óleo semissintético utiliza componentes sintéticos, que são mais caros, juntamente com o óleo mineral, mais barato e acessível.

Dessa forma, muitas vezes o óleo semissintético passa a ser uma boa opção para quem utiliza o óleo mineral. Seu valor é acessível e apresenta bons resultados em comparação ao mineral.

Esse tipo de produção garante que o óleo tenha performance superior à dos lubrificantes minerais. 

Os benefícios do óleo semissintético:

  • preço intermediário;
  • boa durabilidade.

O óleo mineral é uma boa opção?

Através do refino do petróleo cru, é possível obter diversos materiais, entre eles os óleos minerais. Ele é o óleo mais comum e barato no mercado, pois atende as necessidades básicas do motor.

O processo de obtenção dos óleos básicos é a principal diferença entre óleos minerais e óleos sintéticos e semissintéticos. Enquanto o óleo mineral é um lubrificante básico, obtido pela separação de componentes do petróleo, o sintético e semissintético são elaborados em laboratório através de processos petroquímicos e manipulados com aditivos.

Por isso as qualidades e propriedades do óleo mineral serão determinadas pela origem do petróleo cru utilizado em sua obtenção e na viscosidade desse petróleo.

Ainda assim, em inúmeras situações, o uso de óleo mineral requer aditivos, para que se alcance seu real potencial e performance na lubrificação do motor.

O ponto positivo do óleo mineral é que sua viscosidade adapta-se às diferentes temperaturas do motor, tanto frio quanto quente.

Um dos maiores problemas apontados no uso de óleo mineral é a carbonização em pontos importantes do motor. Com isso, é recomendado que aditivos sejam utilizados em associação ao óleo mineral.

Outro problema apontado no uso de óleo mineral é a necessidade de troca com uma quilometragem bem menor, se comparada à óleos sintéticos ou semissintéticos. Isso acaba interferindo na economia da manutenção.

O uso do óleo lubrificante mineral é uma opção mais econômica e atende às principais necessidades dos motores em geral. Mas fique atento ao seu uso contínuo, pois pode apresentar piores resultados.

Substituindo óleo mineral pelo óleo sintético

Para garantir um bom funcionamento do motor é possível realizar a troca de óleo mineral por óleo sintético, mas algumas precauções devem ser realizadas.

Quando realizar a primeira troca do óleo mineral por óleo sintético, é recomendado o esgotamento total do óleo mineral do motor, através de uma limpeza.

Também é indicada a troca do filtro de óleo, durante a realização da primeira aplicação de óleo sintético. 

Como escolher o melhor óleo lubrificante?

Quem irá fornecer a melhor e mais assertiva resposta é o Manual do Proprietário de cada veículo. 

Mesmo o óleo sintético sendo mais desenvolvido em termos de rendimento, existem propriedades específicas de cada tipo de óleo – como os aditivos, por exemplo – que respondem melhor, de acordo com cada motor.

Existem carros que funcionam melhor com óleos semissintéticos de determinada viscosidade, do que com outros tipos de óleos sintéticos ou minerais.

Portanto, procure seguir à risca o manual do carro. Assim, você irá garantir um bom funcionamento, maior rendimento e mais economia, pelo maior tempo possível.

Isso trará mais satisfação ao seu cliente, que passará a confiar mais em seus serviços e no produto escolhido para o motor do seu carro.

Ainda ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Não esqueça de deixar seu comentário abaixo. 

E siga acompanhando o nosso blog para se tornar um especialista de verdade no assunto!

 

Guia de Marketing para automotivos

 

Especialista Técnico formado pela Universidade Metodista de Piracicaba em Engenharia Industrial Mecânica, Pós Graduado em Marketing. Com mais de 22 anos de experiência no setor de Petróleo, sendo 9 anos na área de vendas de lubrificantes industriais e automotivos, e os demais na área de suporte técnico e desenvolvimento de lubrificantes para mercado brasileiro.

207 comments

    • André oleo says:

      Óleo sintético geralmente usamos para 10mil km e o semi em média 7 mil km ja os minerais de baixa classe 3mil os classes sj acima 5mil km

      • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

        José bom dia,
        A curto prazo nenhum dano, é preciso verificar também as outras características do lubrificante como viscosidade Classificação API, ACEA, IlSAC e requerimentos do fabricante do motor, lembrando que os lubrificantes minerais entregam menor proteção ao motor comparado com os lubrificantes sintéticos de mesma categoria. Se isso aconteceu recomendo a troca da carga por somente óleo de natureza sintética.

  1. Rogerio Leite says:

    Parabéns, pela explicação de muita importância sou Motofrete (Motoboy) e acompanhando essa explicação aprendi a diferença entre óleo Semissintetico e óleo sintético !! Obrigado

    • Anthony says:

      Boa tarde tudo bem , por favor peço que da uma ilha no manual do Corolla seg 2007 é muita coisa para detalha aqui no texto . Tenho um corolla o7 1.8 vvti Não flex , está com 70 mil km , atualmente está com olé óleo valvoline dura bred 10w40 semissitetico. uso o carro só finais de semana feriado. Há uso militec e perfec clim também. Pois bem sempre fiz revisão na concessionária os mesmo lá usa 5w30 semissitetico..deixei de trocar olé
      Óleo lá porque perdir o emprego em 2017 . Ai ano passando o mecanico colocou este 10w40 como relatei não costei dificuldades nas partidas consumo .pois bem quero muda para castrol macnatec 5w40 sintético star storp profissional sn. E fazer as trocas com 8mês porque rodo muito pouco.mais alguns mecanico falam ou que tenho que dançar o carter e limpa o motor com flush da coube ou Stp engine flush .O senhor podem me ajuda ? Obrigado Deus abençõe.

      • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

        Anthony boa tarde,

        O lubrificante recomendado para esse seu veículo é um óleo de viscosidade SAE 10W-30 de API SL. Nossa indicação seria o Havoline Semissintético SAE 10W-30 API SN ou Havoline Sintético Pro DS SAE 5W-30 API SN.Com relação ao intervalo de troca como seu regime operacional é severo trocar óleo e filtro a cada 5000 Km ou 6 meses o que ocorrer primeiro.

          • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

            Roni boa tarde,

            A VW recomenda para esse veículo um óleo SAE 5W-40, o produto Texaco que atende a essa necessidade é o Texaco Havoline Sintético Ultra S Pro DS SAE 5W-40 API SN.

    • João Laurentino says:

      Tenho um Vectra 2009 Elegance , quando comprei a 1ano coloquei o óleo sintético 5w30 , posso usar o semisinteco ? No manual não diz se é sintético ou semi, qual será o indicado mesmo?

      • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

        Olá, João! Tudo bem? Eu continuaria a usar o sintético, pois é superior ao semissintético e garantirá maior proteção e durabilidade ao seu motor.
        Abraços!

  2. Francisco Luiz da Silva Filho says:

    SEMPRE coloquei o semisinteco, e agora quero colocar o sintético, tenho um clássico 1.0 2013/14 posso colocar? Gostei das suas esplicacoes.

  3. Odailton Schimeski says:

    Valeu pessoal, muito bom a explicação de vocês, eu tinha dúvidas em relação a diferença do sintético e o semissintetico, muito bom, abraços.

  4. Marcelo roy says:

    Boa noite á todos .trabalho em troca de óleo é sempre falo para meus clientes ,que óleo sintético é para dez mil km na estrada pois aqui dentro tem que trocar antes por causa das condições mais críticas .estou certo disso ?.
    No mesmo caso dos óleos semi sintético ou mineral ok.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Marcelo. Quem define o período de troca é o fabricante do veículo em função do regime de operação (normal, misto ou severo). Geralmente a utilização de lubrificantes sintéticos permitem o alcance de maiores períodos de troca e esse raciocínio vale para os semissintético quando comparados com os minerais, mas é importante ressaltar que esse período é sempre definido pelo fabricante do veículo e não do óleo.

      • Lucas says:

        Boa noite amigo poderia me tirar uma dúvida eu estou usando um óleo semisintetico 15w40 em Citroën c3 1.4 8v 2007 2008 poderiam me dizer certo este modelo é bom ou ce devo trocar por outro

        • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

          Lucas boa tarde,

          Você deve usar um óleo de viscosidade SAE 10W-40, Semissintético e de Classificação de Desempenho API SN. A texaco possui o Havoline Semissintético SAE 10W-40 API SN.

          • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

            Evaldo bom dia,

            O melhor óleo é sempre o recomendado pelo fabricante do veículo, para o seu o lubrificante de motor deve ser o Havoline Ultra W Pro DS SAE 5W-40 API SN.

  5. Cloves Zanellatti Rosa says:

    Boa tarde Sr. Delton Stabelini !
    Por favor: O tipo de óleo à ser usado no motor de um carro ou moto é definido pelo ajuste de cada peça móvel, mancal, sendo mais ou menos ajustado com menas folga entre as peças em movimento é que determina esse tipo de óleo a ser usado?
    É sempre bom usar um aditivo?
    Obrigado e parabéns.
    Sou tecnólogo mecânico.

      • Marcio says:

        Boa noite Sr Dalton.
        No manual do meu carro pede óleo sintetico e permite o uso do semi sintético tb.
        Mas notei que ao colocar óleo semi sintetico o motor esquenta mais rápido e o ventoinha do radiador liga em intervalos menores do que quando usava óleo sintetico.
        Isso realmente tem aver ?
        Eu posso voltar a por o sintético na próxima troca ?

        Obrigado

        • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

          Bom dia, Márcio. Tudo bem?
          Ligar a ventoinha mais rápido, nada tem a ver com a Base do óleo lubrificante que você está utilizando (sintético e ou semissintético). O que você deve verificar é a eficiência do Fluído de Radiador e do sistema de arrefecimento.
          Sim, você pode voltar a usar um produto de base sintética.
          Abraço.

  6. JOÃO HENRIQUE says:

    NÃO TENHO O MANUAL DO MEU CARRO ( HONDA FIT 2003/2004 ) EM MÃOS NO MOMENTO MAS SE NÃO ME ENGANO LÁ DIZ QUE DEVO USAR UM ÓLEO 10W30 MINERAL NO ENTANTO QUANDO EU LIGUEI NA CONCESSIONÁRIA ELES ME DISSERAM QUE USARIAM O ÓLEO 0W10 SINTETICO EM MEU CARRO.
    A FINAL QUE ÓLEO POSSO APLICAR EM MEU CARRO SENDO QUE ELE É DE 2004 E ESTÁ COM 112 MIL QUILÔMETROS RODADOS .
    POR FAVOR AGUARDO RESPOSTA
    A SIM E EU GOSTEI DA EXPLICAÇÃO A CIMA
    OBRIGADO

    • Hemerson says:

      Olá. Se lubrificantes sintéticos são melhores, então não consigo entender a classificação de desempenho API. Pois para nós leigos, se um lubrificante mineral possui classificação API SN, entende-se que suas características de lubrificação, limpeza e durabilidade independe da base, ou seja, pode ser mineral, semi-sintético ou sintético, desde que todos possuam o mesmo API, que no caso de exemplo seja o SN.
      Também já notei que mesmo quando se passa a usar um lubrificante semi-sintético ou sintético, não se recomenda a ultrapassar o período de troca estabelecido pelo fabricante.
      Inclusive, no caso da linha Chevrolet que até 2003, permitia várias viscosidades mas não mencionava o tipo de base, houve diminuição no período da troca do óleo a partir desse ano, que apesar de continuar sem mencionar a base do lubrificante em seus manuais, sabe-se que nas concessionárias e na fábrica estavam usando o semi-sintético e em seguida o sintético, sem que houvesse alteração no período de trocas.
      Obs. Até 2003 a GM recomendava 15.000 km ou 1 ano em condições normais e 7.500 km ou 6 meses condições severas. Depois, com introdução do semi-sintético, diminui para 10.000 km e 5.000km conforme as condições de condução. E mesmo recomendando o sintético atualmente, manteve inalterado os períodos de troca do lubrificante.
      A inevitável pergunta, por que a superioridade do sintético não aparece na prática, sendo que um mineral ou semi-sintético podem ter a mesma classificação API?
      Obrigado.

      • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

        Hemerson bom dia!

        Os lubrificantes são uma mistura de óleos básicos mais aditivos. Os aditivos são substancias químicas que são incorporadas ao óleo básico para melhorar as propriedades do básico e ou até mesmo adicionar uma nova propriedade. Portanto a classificação de desempenho API mede o desempenho do lubrificante acabado (Básico mais Aditivos) na proteção ao motor durante um período de troca pre estabelecido pelo fabricante do motor em função do regime operacional empregado.

        Note que quando não utilizamos básicos sintético mesmo sendo a mesma classificação API o período de troca de óleo será reduzido, isso ocorre pois os motores estão diminuindo de tamanho, reduzindo o volume de óleo e em contrapartida aumentando a potência e temperatura operacional e isso requer utilizar óleos básicos melhores.

        O caso que menciona da GM é exatamente devido a evolução tecnológica dos motores que passaram a exigir mais do lubrificante em função de potencias e temperaturas maiores e volume de óleo menor para enfrentar o desafio da lubrificação.

        Para uma mesma geração de motor, considerando o mesmo regime operacional do veículo e a mesma classificação de desempenho API dos lubrificantes, sempre o lubrificante de natureza sintética terá um melhor desempenho comparado com o lubrificante semissintético no que tange a proteção e durabilidade do motor, mesmo que por ventura os fabricantes definam para ambos o mesmo períodos de trocas.

  7. Gustavo Nery says:

    Olá Felton. Muito boa a sua explicação. Gostaria apenas de tirar uma dúvida: no manual do meu carro (Corolla) diz que posso usar os óleos para o motor 5w30 api sn ou 10w40 API sm. Porém, conversando com alguns amigos engenheiros, eles disseram que poderia usar o 5w30 sintético também sem interferir no motor pela qualidade melhor. Isso influenciaria no motor? Poderia gerar problemas para meu veículo?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Gustavo, sim você sempre pode optar por utilizar lubrificantes sintéticos de superior classificação e desempenho API, isso melhora a proteção dada ao motor. Nenhum problema será acarretado devido a essa mudança. Faça o download do nosso aplicativo Havoline Troca de Óleo, é grátis e lá você encontra o produto adequado a seu motor: https://www.texaco.com.br/aplicativo-havoline/

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Caio! Já que você está com problemas de vazamento de óleo é importante procurar um mecânico de confiança para corrigir esse problema. Abraços!

  8. Lucinei Colussi says:

    Olá. O manual do meu carro recomenda 15w40, ou 10w40 em condições severas, porém, resido na serra gaúcha, onde no inverno, temperaturas inferiores a 10 graus são rotineiras. Neste caso, utilizar um óleo com especificação W menor, como um 5w40, mesmo fora da especificação do fabricante, traria alguma vantagem? Ou desvantagens? Obrigado

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Boa tarde, Lucinei! Sim, você pode utilizar um óleo de menor viscosidade ou seja um SAE 5W-40 com vantagens referente a economia de combustível e maior proteção do motor na partida a frio e nenhuma desvantagens.

          • victor says:

            Boa noite! Tenho um fox 2011/2012, com 147mil rodados. Recentemente, tive um problema de calço hidráulico e levei ao mecânico para manutenção. Foi feito o serviço de plainar o cabeçote. Pois bem. Minha dúvida: sempre utilizei o olé 5w30 sintético lubrax — já havia utilizado o 5w40 sintético lubrax antes –, porém o mecânico recomendou-me o uso do 15w40 semissintético mobil. Dessa feita, devo seguir a orientação dele? Se não, poderia me indicar algo? Desde já, agradeço!

          • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

            Olá, Victor! Tudo bem? Para esse ano de fabricação do seu veículo a VW recomenda um óleo SAE 5W-40 e não 15W-40, eu indicaria o Havoline Ultra W ProDS SAE 5W-40 API SN ou Havoline Ultra S ProDS SAE 5W-40 API SN.
            Abraços!

  9. JOSE JAIME ELIAS DE OLIVEIRA says:

    Olá, fui troca o óleo do carro Nissan versa e pede no manual à especificação 10w40 api sm ou acea a3/b4 ,mais o foi colocado outro com especificação 10w 40 sn semisintetico. E agora pode prejudicar o motor do carro.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      José Jaime, bom dia!

      Usar um óleo de classificação superior a recomendada pelo fabricante não é problema. Fique tranquilo não vai prejudicar o motor, API SN é superior a API SM. Abraço!

  10. Rodrigo says:

    Realizei a troca de óleo do meu carro ( corolla 2.0 11/12) esta usando 5w30 semisintetico e o gerente da loja falou que era para colocar o 5w30 api sn Sintetico porque era melhor.
    depois que cheguei em casa vi que no manual recomenda o semissintético . Corro algum risco? nao sei se procede mas quando se coloca o sitetico nao posso mais voltar para o semi verdade?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Rodrigo, bom dia! Tudo bem? Pode ficar tranquilo que você não corre nenhum risco, utilizar um produto sintético no lugar de um semissintético só trará benefícios a lubrificação do motor. Não é verdade se quiser voltar a usar o semissintético pode voltar, mas não justifica pois, lubrificantes de base sintética tem um melhor desempenho quando comparado com os semissintéticos. Abração!

      • Raphael says:

        Meu carro está com 191.000km. A especificação original é 5w30 porém os mecânicos da minha cidade dizem pra colocar 15w40 por causa da alta KM. É verdade?

        • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

          Raphael bom dia, se você sempre usou o produto recomendado e sempre trocou no período correto não necessita aumentar a viscosidade do óleo.

  11. Junior Masquieto says:

    Olá boa noite Delton, acabei de comprar uma Amarok 2010/2011 s/filtro de partículas.
    Lubrificante recomendado é o 5w40, mas esta baixando muito óleo a cada 700 km consome cerca de 1 litro, então fui orientado a utilizar um lubrificante com mais viscosidade por exemplo 10w40 semi-sintetico e isso resolveu o problema de baixa o óleo do motor.
    Ai eu ti pegunto, posso ter problemas futuro ?
    Quilometragem atual 125 mil km.
    Desde já muito obrigado.
    Att. Junior.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Junior, boa noite! Sua pergunta é muito interessante e precisa ser respondida em 2 partes. 1) o uso de óleos de maior viscosidades na fase fria (era 5W e mudou para 10W) não é uma recomendação técnica/engenharia, mas sim uma solução paleativa – pelo menos a viscosidade na fase quente não foi alterada (continua um SAE 40). 2) Sim, você poderá ter problemas de baixar óleo no futuro quando as folgas aumentarem. Recomendo que você olhe no manual do seu veículo qual é o nível de baixa de óleo aceitável pela montadora (e não concessionária!) de abaixar nível; caso esteja baixando mais, estreite a conversa com a concessionária. Abraço!

  12. Jonas Gabriel says:

    Bom dia comprei um Vectra GT e está no óleo 15w40 semi, porém no manual consta o 5w30 api-sl posso voltar ao sintético mesmo não sabendo se o antigo dono usava?outra dúvida q muitos falam após tal kilometragem tem q ir mudando os tipo de óleo isso é verdade?ou é o óleo q está no manual a vida útil toda do motor?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Jonas, bom dia! Tudo bem? Sim, você pode voltar ao SAE 5W30. Recomendo que você utilize o Havoline Ultra S SAE 5W30. Com relação a mudar a viscosidade com o tempo, não é verdade. As folgas dos componentes internos não se alteram a ponto de ser necessário uma mudança no que foi especificado pela montadora. Ademais, mudar a viscosidade para maior gerará desgastes irreparáveis no longo prazo. Abraço!

  13. Maciel says:

    Em carros com maior Km, acima de 200 mil, é recomendável ou é prejudicial utilizar um óleo um pouco mais grosso, tipo ao invés de um 10w40, um 15w40? Ou dá pra continuar num 10W40 com aditivio da bardhal ou militec? Num óleo sintético teria necessidade de um aditivo?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Maciel, boa tarde. Tudo certo? Não é recomendável alterar viscosidade de óleo na fase quente (ultima dezena da faixa SAE), portanto permanece com um SAE 40. Com relação a viscosidade a frio, prefira sempre os de menor viscosidade, pois facilitação a partida fria. Com relação aos aditivos extra, sou taxativo: fuja deles! Além de muitos dos produtos mais famosos do mercado serem formulados com cloro ou bissulfeto de molibdênio, que após algum tempo se tornam danosos, os aditivos extras destroem o correto balanceamento dos óleos. Em resumo, melhora-se 1 propriedade e desregula-se outras 15. Fique fora dessa! Abraços.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Wagner, boa tarde!

      Não recomendo a utilização de um óleo mais viscoso, para resolver esse barulho de batida de tucho, os lubrificantes menos viscosos melhoram a lubrificação na partida a frio e preenche mais rápido o tucho hidráulico. Grande abraço!

  14. Suedson cantalice says:

    Boa tarde: eu tenho uma moto bros 160 ano 2018 e gostaria de saber qual o melhor oleo pra usar nela o semisintetico ou o sintetico.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Suedson, bom dia! Tudo bem? Você deve seguir a recomendação Honda que é óleo de classificação SAE 10W-30 API SL e JASO MA, pode ser semissintético ou sintético. Grande abraço!

  15. Toni says:

    Bom dia Delton quero parabenizar pelo excelente site. Tenho um gol 1.0 8 válvulas G5 na rodovia após 100 Km fica piscando a luz do óleo intermitentemente, após parada de alguns minutos para de piscar. O veículo tem 137 mil km e uso o óleo 5w 40 sintético conforme manual. Meu mecânico disse que a pressão está normal, tem algum vazamento entorno do TBI e sai resíduos de óleo pelo cano de descarga, atribuiu o óleo ser fino demais mediante alta temperatura, e me aconselhou semi sintético 10w 40 da mesma linha. Na cidade não acende luz do óleo, mas pela manhã ao dar partida no motor fica de 5 a 6 segundos para desligar. Na última troca de óleo usou-se Um aditivo para limpeza do motor ficou alguns resíduos de borra.Está correto fazer essa mudança de óleo? Seria melhor 15w40 pelo desgaste do motor? A mudança pode acarretar em borra de óleo?
    Desde já agradeço a atenção.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Toni, boa tarde! Não é correto aumentar a viscosidade para “corrigir” esses problemas mencionados, esse veículo está com desgaste excessivo entre anel e camisa, pois apresenta óleo no cano de escape. Aumentar a viscosidade não resolve o problema o que resolve é uma intervenção mecânica e corrigir as folgas entre anel e camisa do motor. Grande abraço!

  16. Lucas cardoso says:

    No manual do celta recomenda 5w30 , nas condições de 5mil a 10 mil dependendo do uso do carro. A matéria apresenta é muito boa assim podemos sanar dúvidas.

  17. Alexandre says:

    Tenho um Corsa classic 1.0, está com 170.000 km qual óleo devo usa semi sintético ou sintético 20w 50 posso usar manual fala AC Delco

  18. paulo sinopolis says:

    o oleo do meu carro suzuki grand vitara é havoline 5w30
    pelo manual devo trocar com 10.000 km
    mas só ando 1000 km por ano
    como fazer??
    devo trocar o oleo e filtro em quanto tempo??
    o oleo estraga??
    filtro estraga tambem??

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Paulo boa tarde,

      Verifica no manual do seu veículo a informação sobre o período de troca de óleo. Geralmente o fabricante do veículo pede para trocar o óleo por km ou tempo o que ocorrer primeiro.

  19. Luiz says:

    Meu carro é Siena 1.4 2009 eu comprei a pouco tempo aí óleo q tá nele é sintético 5/30 valvoline só q eu não consigo encontrar ele aí posso mudar para o havoline 5/30 sintético??? obrigado pela atenção

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Geraldo Cesar bom dia,
      A GM atualmente tem recomendado óleo de motor sintético na viscosidade SAE 5W-30; 5W-20 e 0w-20. Sim o período de troca por tempo continua de 6 meses ou a quilometragem em função do regime operacional o que ocorrer primeiro.

  20. SIDEMIR says:

    TENHO UMA ECO ESPORTE 2015 COLOQUEI ÓLEO SINTÉTICO PARA 10000 KM; MAS EM SEIS MESES NÃO ATINGI ESTA KM. FUI TROCAR O ÓLEO COMO DE HABITO E CONFORME MANUAL DE 6 EM 6 MESES. O VENDEDOR ME ORIENTOU, QUE PELO FATO DE ESTAR COLOCANDO UM ÓLEO SINTÉTICO PARA 10.000 KM, ELE TEM MAIOR DURABILIDADE E QUE NÃO HÁ NECESSIDADE DE TROCAR DE 6 EM 6 E QUE PODERIA TROCAR DE 10 EM 10 MESES. SENDO QUE EU NUNCA ATINJO KM; QUERO SABER QUANTO TEMPO DURA A VISCOSIDADE DESTE ÓLEO E SE A ORIENTAÇÃO DO VENDEDOR ESTA CORRETA.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Sidemir bom dia,

      A recomendação de troca por quilometragem ou tempo o que ocorrer primeiro é do fabricante do veículo, portanto siga rigorosamente essa recomendação, o mais importante é a proteção que o lubrificante dará ao motor e não um ganho de 4 meses. A viscosidade do óleo lubrificante deve ser mantida até o momento de sua troca, mas ela está suscetível a variações devido a operação do motor e do regime operacional, qualidade do combustível e cuidados com a manutenção.

  21. Warlei lima says:

    Boa tarde Delton tudo bom ? primeiramente gostaria de parabenizar pela carreira, experiência e esforço em ajudar as pessoas com informações etc. E de tirar um pouco do seu tempo também para ajudar o proximo. Muito gratificante isso!

    bom eu Possuo um VW Golf 1.6 Sr. Ano 2000. E gostaria de saber qual séria o óleo correto para o motor dele.

    OBS : Assim que comprei esse veículo o rapaz que me vendeu disse que fez a retifica da parte de cima e parte de baixo do motor dele a 1 mês. e estou com o carro a 1 ano mais ou menos (Porem Tenho dúvidas se realmente foi retificado mesmo) Gostaria de sabe se a retifica interfere em qual óleo usar.

    ele está com 229238km rodados. Nesse caso se o Motor dele tivesse sido realmente retificado qual seria o óleo correto ? E se não fosse retificado ?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Warlei bom dia,

      Obrigado pelo reconhecimento.

      Quanto ao lubrificante correto para esse seu veículo, você deve usar o Havoline Sintético Ultra Pro DS SAE 5w-40.

      Em tese se a retífica foi bem feita, não afetará na utilização do óleo recomendado pelo fabricante.

      Utilize o produto indicado e acompanhe se não está baixando nível de óleo semanalmente e também quanto está repondo até o período de troca adotado por você em função do regime operacional que conduz o veículo.

      Warlei a falta de nível devido ao alto consumo de óleo (devido a vazamentos ou desgaste excessivo) pode levar a formação de borra, levando a falhas e quebras do motor.

  22. Teresa says:

    Boa tarde !! Óleo a granel !!! São confiáveis ?? Se o profissional falar que é óleo ( 5/30) como terei certeza sendo granel . Existe óleo granel sintético ou semi sintético ??

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Teresa bom dia,

      Os produtos a granel da Texaco são confiáveis, você pode checar isso nos rótulos e verificar se os recipientes a granel estão devidamente lacrados.

      Existem os dois tipos semissintético e sintético.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      João Marcos,

      Baixe o “App’ Havoline troca de óleo, é grátis e lá você obtém as informações para esse seu veículo. Mas antecipando você pode usar o Havoline Sintético SAE 5W-30 PRO DS API SN.

  23. Diogo Fernandes do Nascimento says:

    Amigo, comprei um corolla 2.0 16v. Não veio com o manual. Vc poderia me indicar um oléo para este motor e informar a durabilidade dele?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Diogo bom dia,

      Se o ano do Corolla for anterior a 2012, você pode usar Havoline Semissintético SAE 10W-30 e se for posterior a 2012, use o Havoline Sintético Pro DS SAE 5W-30 API SN.

      Quanto a durabilidade do óleo dependerá da forma como você utiliza o veículo por exemplo:

      Serviço Severo: Estrada de Terra, Trafego intenso, Anda e Para, Reboque e etc., o período de troca deve ser de 5000 Km, já em condições normais de uso pode trocar a cada 10.000 km. Obs: verificar o nível de óleo semanalmente.

  24. Wendel says:

    Boa tarde!
    Tenho um gol g4 ano 2008/2009, com 111.000 mil km rodados, nao sabia qual óleo o dono anterior usava,
    comprei ele há 4 meses fiz logo a troca de óleo recomendada pelo meu mecânico que pediu que eu colocasse o óleo castrol mineral 20w50,ficar observando se íria baixar e a baixa aconteceu e está com alto consumo de combustível na cidade em média de 7.5 por litro.
    Ja vai completar os 5 mil km rodados aí eu lhe pergunto.
    Contínuo com o mesmo óleo ou posso mudar para o sintético ou semi sintético e essa mudança pode interferir no consumo de combustível?
    Desde ja obrigado.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Wendel bom dia,

      O óleo correto para esse seu veículo é o Havoline Ultra W SAE 5W-40 Pro DS API SN. O Alto consumo de combustível pode estar relacionado com a qualidade do combustível, com a limpeza dos bicos injetores e da regulagem do sistema de queima.

  25. ANDRE LUIZ POTIER says:

    OI TENHO UM PALIO 2012/2012 COM 74.000 KM USO O OLEO 15W40 SJ SENI SINTETICO DA LUBRAX GOSTARIA DE SABER SE POSSO COLOCAR 10 W 40 SEMI SINTETICO; POSSO COLOCAR 15W40 SINTETICO

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      André Luiz bom dia,

      Sim você pode usar um óleo de menor viscosidade SAE 10W-40 substituindo um SAE 15W-40 ambos semissintéticos e de mesma classificação de desempenho.

      Passar a usar um produto de base sintética você precisa ter alguns cuidados iniciais mas também poderá ser feito. Fazer a primeira troca de óleo sintético e filtro com a metade do período adotado.

  26. Deyse says:

    Boa tarde Delton, estou com uma grande dúvida peguei uma Saveiro 2002 1.8 mi 8 válvula, ela está com 196 mil rodados, porém qdo peguei nao tinha nada escrito em relação a óleo e tbm n tenho o manual , fui em alguns lugares para tirar dúvidas fiquei com mais rs .. uns falam que é p colocar óleo 20/50 semi sintético outros 20/50 mineral outros 15/40 bom e assim vai cada um diz uma coisa , qual é o correto ?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Deyse bom dia,

      Você poderá usar os seguintes produtos:

      Havoline Semissintético SAE 15W-40 API SL

      Havoline Ultra W Pro DS Sintético SAE 5W-40 API SN.

      Deyse, tão importante quanto a viscosidade é a classificação de desempenho API e o requerimento VW dos lubrificantes para atender a esse motor e verifique semanalmente o nível de óleo do motor.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Débora boa tarde,

      Varia de produto para produto, em função de sua classificação de desempenho, mas na linha automotiva principalmente em óleos lubrificantes para motores podemos afirmar que é o produto mais aditivado.

  27. Mike Pauler says:

    Boa tarde meu amigo,
    Por engano acabei colocando óleo sintético 10W40 no meu Sandero 2010 com próxima troca para 8.000 Km, ao invés do semi-sintético recomendado no manual.
    As dúvidas são as seguintes:
    1 – Isto vai me gerar um problema no motor por esta troca de sintético ao invés de semi-sintético?
    2 – A próxima troca de óleo realmente deve ser para 8.000 Km ao invés de 10.000Km?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Mike bom dia,

      Nenhum problema em usar um óleo de base sintética no lugar de um semissintético, mas é preciso verificar as classificações de desempenho se são iguais.

      Quanto a quilometragem se você usar o veículo em condições normais pode trocar com 10.000 Km. Não esqueça de verificar e manter o nível de óleo semanalmente.

  28. leandro de avelar says:

    bom dia sr delton recentemente comprei um peugeot 207 1.4 irei fazer a primeira troca de oleo agora mas nao tenho o manual do veiculo qual oleo devo usar posso usar oleo semi sintetico 15w40 ou devo usar sinteco e qual a qualidade especifica do meu veiculo ? desde ja muito obrigado

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Leandro bom dia,
      A Peugeot nos veículos mais antigos recomendava a viscosidade SAE 10W-40, e nos mais novos mudou para SAE 5W-40, informe o ano de fabricação do seu Peugeot, ou acesse nosso aplicativo Havoline Troca de Óleo e identifique o produto mais adequado para seu veículo.

  29. Kelton Souza Nunes says:

    Saudações amigos!

    Gostaria de saber o que diferencia os óleos que tem a mesma especificação por exemplo 15W40 API por um 15W40 API de fornecedores diferentes, ex Havoline, Castrol, Ipiranga… Os processos de fabricação não atendem as mesmas normas e parâmetros e diretrizes, para obterem tal especificação/ certificação?

    Agradeço desde já!

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Kelton bom dia,

      É preciso comparar os produtos além da viscosidade e classificação de desempenho API. Por exemplo existem requerimentos ILSAC, ACEA e dos Fabricantes de Motores.

      A fabricação de um lubrificante depende não só de um processo que deve ser controlado e constante, mas também do know How envolvido pois , não é apenas uma mistura de componentes e sim um delicado equilíbrio para obter o máximo desempenho em lubrificação e durabilidade dos motores.

  30. Felipe Teixeira says:

    Tenho um Gol 1.0 2012. Estou usando 10w30 Havoline semi sintético. Verifiquei agora que o correto seria o 10w40. Moro em São Lourenço MG e não é tão quente por aqui, faço pequenos trajetos e algumas visgens. Posso deixar ele e trocar para 10w40 com 5mil rodados de 10w30 ou manter o 10w30.
    Abraço.

  31. Pedro Julião Sá Silva says:

    Boa tarde! Tenho um palio 96 1.6 16v, e no manual manda usar 20w50 semisintetico, mas não estou encontrando, qual outro óleo eu posso usar? Meu carro tem mais de 230.000 km.

  32. Daniel says:

    Boa noite, tenho um gol g6 2014, está com o óleo 5w40, devido ao barulho de tucho batendo na primeira partida do dia, o mecânico recomendou eu colocar o 15w40 para que os tuchos fiquem sempre carregados. Queria saber se isso não acarreta nenhum problema no futuro?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Daniel bom dia,

      Manteria o óleo de viscosidade SAE 5W-40 conforme recomendação do fabricante, é preciso verificar também qual é o tipo de óleo básico e classificações de desempenho API e requerimentos da VW que o veículo requer. Uma vez todas estas variáveis atendidas não se faz necessário alterar a viscosidade do óleo lubrificante para motor.

  33. Paulo Fernando says:

    Olá, Delton! Minha mãe tem um Celta 2003/2004. Bom saber que o óleo sintético é o mais durável. Vi no manual que os óleos, 15W40, 20W40 ou 20W50, são os indicados. Nesse caso qual óleo sintético é melhor para o carro dela?

  34. Alexandre Telles says:

    Tenho um sandero 2017 com 24 mil lkms fiz a troca hoje é coloquei um semi sintético porem todo muito pouco nesse carro devo trocar em quanto tempo se rodar muito pouco?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Alexandre, bom dia.

      A troca deve ser feita conforme determinado no manual do proprietário do seu veículo, inclusive atentando para a parte de tempo.

      Parece contraditório, mas saiba que uma vez abastecido no cárter o óleo já está submetido a desgaste, mesmo sem que o veículo esteja rodando, pois há etanol (material orgânico) no combustível gasolina.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Leonardo, boa tarde.

      Seu veículo saiu de fábrica abastecido com um lubrificante SAE 5W30 (a GM informa isto em seu manual do proprietário) e por essa razão em recomendaria que você adotasse o Havoline Sintético SAE 5W30, pois ele possui API SN/RC (nível extremamente elevado) e ainda é atende a especificação da própria GM dexos 1.

      Abraços!

  35. Manuel Soaresintético says:

    Prezados Srs.Tenho um Opel corsa 1.2 classe c, a gasolina de junho de 2001 tem cerca de 112.000 KMS.
    Tenho usado o olio semisintetico,desde sempre 10×40.O motor está a consumir um bocado considerável de olio.
    A minha questão é a seguinte: Continuu a usar esse olio semisintetico ou posso mudar para o sintético 10×40 ? E de quantos em quantos KMS é feita a muda?
    Desde já agradeço a vossa atenção.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Manuel Soares boa tarde,

      O consumo exagerado indica desgastes excessivo nos anéis e camisa, portanto se faz necessário a intervenção mecânica nesse motor.

      Outro aspecto importante a ser considerado é a classificação de desempenho API que deve ser usado sendo mínimo API SL, já com relação ao período de troca é preciso verificar o regime operacional que você utiliza o veículo, se for severo troque com 5000 Km se for normal troque 10.000 Km

  36. Ricardo Pacheco says:

    Boa tarde Delton, primeiramente parabéns pelas explicações e pelo pesado currículo na área de lubrificantes! Tenho um GM Astra 2010 com 183.000km desde zero, e o fabricante recomenda o uso do lubrificante 5w30 API SJ Semissintético, fiz a substituição pelo 5w30 API SN 100% Sintético aos 175.000km, e agora estou pensando em substituir pelo 0w30 API SN 100% Sintético e gostaria de saber sua opinião sobre esta troca! Muito obrigado e sucesso!

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Ricardo bom dia,

      Não vejo problema em reduzir a viscosidade na partida a frio (5W, 0W etc).

      A única recomendação é não recue na Natureza do lubrificante (sintético) e a classificação de desempenho (API).

    • EDUARDO CIORNAI says:

      Tenho uma Captiva 2009, V6 3.6 , 90 mil Km, sempre usei oleo AC Delco Semi Sintetico…Dessa vez , troquei o oleo e coloquei o AC Delco Sintetico…embalagem branca …Senti diferença …o motor menos silencioso. Estranhei um pouco …troquei filtro de oleo e ar tb …

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Luis bom dia,

      Se a especificação requerida no manual do veículo for MB 229.1 para o óleo de motor você deve usar o Havoline Sintético Ultra S Pro DS SAE 5W-40 API SN.

  37. Luiz carlos de mello says:

    Boa tarde, coloquei sem observar a especificação um óleo 5w 30 semi sintético no meu motor, um onix 2016, e o certo seria um óleo sintético, posso ter problemas?

  38. Marcelo Groniach says:

    Bom dia, vi que recomenda um período inferior na troca após a utilização na primeira vez de produtos de “classe superior”, tal como a substituição de óleos semissintéticos pelo sintéticos, contudo, comprei um carro e veio com óleo sintético, pretendo seguir o manual que recomenda semissintético, pela lógica das suas respostas anteriores creio que essa substituição não será necessário revisar o período da próxima troca, estou certo?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Marcelo boa tarde,

      Sim a recomendação pela troca inferior é pelo fato de um óleo sintético ter maior poder de ação detergente e não sabermos exatamente qual produto vinha sendo utilizado e o período de troca

  39. Junior says:

    Bom Dia!!
    Tenho um Gol g5 1.6 power 2009. Sempre usei o óleo Elaion 5w40 sintético e o carro esta com 115.000km.
    Ele faz um barulho de tuxo quando esta quente ou quando faço uma viagem longa,
    teria algum problema se passar usar o Elaion 10w40 SEMI-SINTÉTICO?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Junior bom dia,

      Não, nenhum problema, apenas verifique se as classificações de desempenho API e os requerimentos do fabricante são atendidos pelo óleo de SAE 10W-40 que pretende usar.

  40. Tenho um Vw foz 1.0 2012 que usava óleo sintético sw 40 pra 10 mil km e por não rodar isso em 1 ano resolvi trocar por um óleo de 5 mil km que ao chegar em casa me dei conta que eh mineral 20w 50. Isso eh grave? Meu carro tem 65.000 rodados.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Anaximandro bom dia,

      Sim você não deve usar nesse seu veículo lubrificantes de viscosidade SAE 20W-50. Recomendo que faça a troca pelo lubrificante correto especificado pelo fabricante.

  41. Altair says:

    boa noite seu Delton tenho uma spin 2012 ja com mais de 500 mil quilômetros tenho usado o oleo 15w40 semessintetico mais queria saber qual o óleo apropiado para este carro com esta KM

  42. Boa noite Sr. Delton, tudo bom?
    Muita gente fala comenta sobre o óleo para as Harley Davidson, e existe até uma certa polêmica sobre. Vi um mecânico renomado dizendo com ênfase que todos os modelos aqui no Brasil precisam usar óleo 20w50 no motor e 90w na caixa primária, mas não especificam o tipo.
    Acredito que no manual de serviço (diferentemente do manual de proprietário) especifique os tipos de aditivos necessários no óleo pra atender bem ao motor, e aí garantindo ao usuário o produto correto, sem exageros.
    Aí entra as variáveis, pois por exemplo, eu moro no RJ capital e andaria diariamente na cidade, onde o motor seria exigido diariamente e altas temperaturas e certo trânsito são comuns aqui, fora que a moto é refrigerada a ar e possui um torque superior a maioria das motos.
    Muitos falam sobre trocas em 5.000~7000km, onde eu, no meu uso pessoal, acho justo uma troca a cada 4.000km, para preservar a integridade do óleo e motor, acho que mesmo um sintético ficaria “batido” com quilometragens acima disso, mas trocando a cada 4.000 um semissintético não seria tão ruim. É um pensamento errado da minha parte? Qual sugestão o senhor teria para uma Sportster Iron 1200, considerando essas variáveis citadas? Alguma outra recomendação para o óleo da caixa primária?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Johnny tudo bem?Quanto ao óleo de motor o lubrificante de enchimento inicial no Brasil é um óleo mineral SAE 20W-50 API SL e o período de troca é a cada 5.000 km, portanto acho que você trocando com 4.000 estará preservando o lubrificante e também o motor.

      Utilizar nos motores lubrificantes de natureza semissintética ou sintética só trazem benefícios, mas lembro que a motocicleta Harley sai de fábrica no Brasil com óleo mineral.

      Já para as primárias, não encontrei no site da Harley Brasil o produto recomendado e visitando o site americano, https://www.harley-davidson.com/shop/motorcycle-oil-and-fluids encontrei um produto SAE 80W-140, que serve tanto para as primárias como para caixa de transmissão. Liguei para algumas concessionárias Harley e a informação é para usar o mesmo óleo de motor SAE 20W-50 nas primárias. Portanto Johnny, devido a esse desencontro de informações sugiro que solicite através do SAC da Harley as informações de especificação do lubrificante das primárias bem como da transmissão das motocicletas que circularão no Brasil.

      sac@harley-davidson.com.br

      Abraços!

  43. Rafael says:

    Boa noite Delton tenho Sandero exp 1.0 16v 2009 , gostaria de saber qual óleo certo para usar nele ,pois o meu mecânico sempre usava 15w40 semi sintético , e levei troca óleo em outro que colocou óleo sintético 5w 30 .

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Rafael tudo bem? Para esse ano do seu veículo a recomendação da Renault é para usar um óleo SAE 10W-40 ou SAE 5W-40 API SN.

  44. Bárbara says:

    Tenho um g5 ano09/10.
    Já tive que mexer na parte superior do motor…cabeçote e válvulas..
    Usava o 15w40 semisintetico, agora o mecânico disse para eu comprar o mesmo só que escrito multiviscoso…
    O que será o certo?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Bárbara tudo bem? Pode usar um lubrificante SAE 15W40 API SL ou SAE 10W-40 API SN ambos são multiviscosos e devem ser semissintéticos. Eu recomendo Havoline Semissintético SAE 10W-40 API SN. Abraços!

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Alex tudo bem? Não precisa trocar e voltar a usar o mineral, apenas certifique-se que a viscosidade é a correta e API também. Abraços!

  45. costa says:

    Saudações estimado. Delton,

    o manual do meu carro extraviei estou com dificuldade em saber qual olho tenho de usar no meu carro segundo a vossa orientação o mais correcto e basear no catalogo do carro estou mesmo preocupado a marca do meu carro e Mitsubishi Pajero 3.0 v6 gasolina

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Costa! Tudo bem? O produto mais adequado para o seu veículo é o Havoline Sintético SAE 5W-30 API SN. Abraços!

  46. Allan says:

    Boa noite amigo
    Fiz o motor completo da minha Kombi 1.4 flex 2008
    Antes usava 5w40 agora que fiz o motor o mecânico usou 15w 40 semissintético
    O que você aconselha?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Allan! Tudo bem? Ambos os produtos podem ser usados, mas a preferencia seria pelo SAE 5W-40 API SN de natureza sintética. Abraços!

  47. Delton, inicialmente gostaria de parabeniza-lo pela iniciativa. Excelentes posts e comentários.

    Possuo um Etios 16/17 que atualmente está com 110 mil km, e sempre fiz revisão na concessionária, que usa 5w30 API SN Semissintético.

    Penso em abandonar as revisões na concessionária e pretendo usar um óleo melhor (100% sintético com a mesma classificação API ou talvez uma superior). Pelo seus comentários acima aparentemente isso não é um problema, certo? Alguns colegas insistem em dizer que essa mudança pode causar problemas no motor a longo prazo, etc., o que pra mim não faz nenhum sentido já que mudarei apenas a base (semi para 100% sintético), mas a classificação API e viscosidade serão mantidas. Qual sua opinião quanto a isso?

    No manual do Etios 2019 e superiores (mesmo motor do meu) eles removeram o termo “semissintético”, o que me leva a crer que poderia usar o sintético sem nenhum problema.

    Penso em antecipar as 2 trocas seguintes por segurança.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Welkson! Tudo bem? Nenhum problema pode fazer a substituição do semissintético para o sintético e proceda conforme detalhou com as trocas subsequentes, devido a maior capacidade de limpeza dos lubrificantes sintéticos.
      Abraços!

  48. german jumpire says:

    ola boa noite eu precisava de ajuda tenho uma mercedez classe a ano 2000 ultimamente eu estava trocando o oleo na autorizada Divena mas para mi agora ficou muito longe e eu queria trocar o oleo qual oleo posso usar ,na divena eles no especifica o tipo de oleo so a data da proxima troca por favor obrigado

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, German! Tudo bem? Qual é a localidade? Nos informe, por gentileza, para podermos orientá-lo quanto ao distribuidor autorizado mais próximo.
      Abraços!

  49. Mauro says:

    Eu tenho um honda Fit 2014 1.4. No manual está indicando o 0w20 sintético, mas já vi outras publicações falando do 10w30 semissintético.
    Afinal, qual é o ideal? Há algum problema em usar o 10w30 api sn?

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Boa tarde, Mauro! O óleo correto para a motorização do seu carro é um SAE 0W20, conforme conta no manual. Os Hondas Fit de gerações anteriores usavam óleo SAE 10W30, porém, devido às melhorias sofridas no novo projeto e necessidade de menor emissões, a viscosidade foi alterada para esta (SAE 0W20). Você não deve usar outra diferente daquela descrita no manual.

      Abraços!

      • Jonatan Silva do Amaral. says:

        Boa tarde Delton.
        Comprei um GOL g4 2007 com 186mil km e o antigo dono colocou no motor o óleo sj 20w- 50 eu descobri através de pesquisas na internet que o óleo original do manual é 5w- 40 gostaria de saber se posso voltar para esse tipo de óleo sintético.?
        Por favor me ajude desde já agradeço a atenção.
        Jonatan Silva

    • Alexandre Bonato - Time de Especialistas Texaco Alexandre Bonato - Time de Especialistas Texaco says:

      Olá, Ricardo! A Renault recomenda a viscosidade SAE 10W-40 para esse ano de veículo, me preocupa esse consumo de óleo que você menciona, avaliar com o mecânico ou concessionário se o consumo de óleo encontra dentro da normalidade. Consumo de óleo excessivo é sinal de desgaste e uma intervenção mecânica deve ser feita.
      Abraços!

  50. David says:

    Delton, bom dia.

    Trabalho com manutenções de equipamentos mas sempre tenho essa dúvida, pois sempre escuto que não pode haver mistura de nenhum dos tipos dos óleos (mineral, semi-sintético e sintético)
    Se no meu equipamento tenho óleo mineral posso substituir por óleo semi sintético diretamente, ou tenho que realizar uma limpeza no sistema?
    E se for um óleo sintético, executo o mesmo procedimento?

    Agradeço.

  51. Sidney Lopes says:

    Bom dia Delton…

    Tenho um Fluence 2014 motor 2.0 está com 65 mil km rodados. Sempre usou o óleo 10w40 Sn semissintetico.

    Teria algum problema eu usar o 5w40 Sn Sintético? Acarretaria algum problema no motor, pois sempre usou o 10w40? Caso haja a mudança para o sintético seria necessário fazer um Flushing?

    Obrigado.

    • Murilo Coimbra - Time de Especialistas Texaco Murilo Coimbra - Time de Especialistas Texaco says:

      Olá, Sidnei, tudo bem? Nenhum problema, somente ganhos para a lubrificação. Apenas verifique que o SAE 5W-40 a natureza (sintética) e a classificação API de desempenho são as mesmas ou superior ao do produto SAE 10W-40.
      Abraços!

  52. Natanael Dias Silva says:

    Boa Noite, eu tenho um Celta 2003 com 164000 km, já fiz retifica no motor e foi colocado o óleo 15w40 semissintetico, e até agora o carro está funcionando normalmente, mas como não tenho o manual estou em dúvidas se esse óleo é o recomendado pela GM, caso não seja, eu devo fazer a troca imediatamente ou posso rodar com ele pelo período de seis meses ou 5km normalmente?? Não quero ter mais problemas com o motor, por isso estou me informando pra sempre fazer o correto daqui em diante, OBRIGADO!!

    • Murilo Coimbra - Time de Especialistas Texaco Murilo Coimbra - Time de Especialistas Texaco says:

      Olá, Natanael! Tudo bem?
      Para esse ano a GM recomendou um óleo de classificação API SJ e com viscosidade SAE 5W-30, 15W-40, 15W-50, 20W-40 ou 20W-50, portanto continue usando o SAE 15W-40 API SL.
      Abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *