Qual o melhor óleo para o motor do carro?

Escolher o melhor óleo para o motor do carro atendido pode aumentar a confiança do cliente no serviço da sua loja e garantir que ele volte outras vezes. O lubrificante apropriado não só evita problemas, como também pode otimizar o desempenho do veículo.

Mas como saber a opção certa? Bem, o segredo é não “inventar”. A forma mais fácil de identificar o óleo lubrificante ideal para o automóvel do cliente é seguir as recomendações do fabricante. Vou explicar isso com mais detalhes na sequência.

Contudo, queria ressaltar que há outro aspecto importante, além desta informação, que pode surpreender positivamente quem vai à sua loja em busca de serviços: mostrar conhecimento do assunto!

Por isso, nesse texto vamos ensinar como descobrir o melhor óleo para o motor do carro e tudo o que você precisa para “mostrar que entende” do assunto para o cliente! Vamos lá!

Ninguém conhece melhor o carro do que o fabricante: portanto, siga as recomendações

As montadoras produzem um documento com todas as informações relevantes sobre uso e manutenção do veículo, chamado “Manual do Proprietário” – o nome pode apresentar pequenas variações de empresa para empresa, mas a maioria usa esse título.

Nesse manual você encontra a especificação exata de óleo – incluindo viscosidade SAE, classificação de desempenho API e origem – para o carro.

É interessante informar ao cliente, sobretudo aos mais teimosos, que a indicação prevista no documento da montadora não é à toa: a definição do lubrificante automotivo é feita após inúmeros testes de desempenho no motor, em busca do óleo que gere melhor lubrificação para as peças sem prejudicar o funcionamento.

Então, o óleo apontado no manual:

  • atende às exigências do motor;
  • lubrifica na medida exata para o bom funcionamento;
  • protege o motor contra impurezas;

O cliente perdeu o manual ou não utiliza o óleo lubrificante certo para o carro. O que fazer agora?

É comum encontrar casos de clientes que perderam o manual ou que deixaram de seguir as instruções recomendadas pela montadora por alguma razão. Para solucionar esse problema, vamos por partes.

A maioria das empresas que fabricam carros desenvolvem aplicativos ou sites em que é possível encontrar versões completas digitalizadas dos manuais ou pelo menos a indicação do óleo certo de acordo com cada modelo.

Então, para o caso de clientes que tenham perdido a documentação, uma rápida procura na internet pode solucionar o seu problema e garantir a prestação de um bom serviço.

Em relação aos clientes que não seguem as instruções e usam óleos não recomendados para o motor do carro, é preciso ter um cuidado. Por exemplo, deve-se esvaziar o cárter até a última gota, antes de repor a vareta com o produto adequado.

Tente sempre ter a resposta certa do melhor óleo para o cliente

Não se preocupe em decorar o manual do proprietário de cada empresa. Você pode criar uma tabela com esses dados no seu computador e consultar sempre que for preciso.

É mais importante ter domínio do assunto e saber explicar ao cliente por que determinado óleo é indicado para o carro, como a viscosidade é fundamental para o desempenho do motor e o que a classificação API (as letras SJ, SL e SM) representa para o funcionamento do veículo.

Se você souber responder essas questões de forma simples, sem exagerar nos termos técnicos, os clientes vão lhe reconhecer como autoridade no assunto e confiar no que diz. Some isso ao resultado de desempenho do carro após ele deixar a oficina e a outros bons serviços prestados e você terá um cliente fiel na sua loja!

Se quiser tornar-se um especialista no assunto, veja também os nossos conteúdos “Lubrificante Automotivo: qual é o ideal para o meu cliente” e “Viscosidade: o que é e por que é tão importante?”.

E, claro, continue acompanhando o blog! Qualquer dúvida, deixe o seu comentário!

 

Guia Havoline Texaco

Especialista Técnico formado pela Universidade Metodista de Piracicaba em Engenharia Industrial Mecânica, Pós Graduado em Marketing. Com mais de 22 anos de experiência no setor de Petróleo, sendo 9 anos na área de vendas de lubrificantes industriais e automotivos, e os demais na área de suporte técnico e desenvolvimento de lubrificantes para mercado brasileiro.

4 comments

  1. Guy Affonso says:

    Tenho honda civic 2005/2006, 1.7 ,16V, automatico.
    KM 152.000.
    Recomendação do fabricante no manual é óleo mineral.
    Qual devo usar?
    Fone: (15) 99111-0197

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Guy Affonso, boa tarde! Tudo bem?
      É permitido o uso de produtos de superior classificação API, ou seja, podemos usar lubrificantes semissintético ou sintético de mesma ou superior classificação de desempenho API, substituindo sem prejuízo ao produto mineral recomendado pelo fabricante.

    • Delton Stabelini Delton Stabelini says:

      Olá, Eziquiel. Tudo bem? Sim, os produtos de base semissintética e ou sintética têm desempenho superior aos óleo de base mineral. Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *