Entenda quais são os benefícios dos tipos de lubrificantes do mercado

Existem basicamente três tipos de óleos lubrificantes no mercado. Cada um deles é mais indicado a um determinado modelo de veículo. Veja neste blog post quais são os lubrificantes comercializados e seus benefícios para o consumidor.

Dê uma olhada!

Óleo lubrificante mineral

Os tipos de lubrificantes são determinados basicamente pelo processo de produção.
No caso dos óleos minerais, isso acontece através da combinação de aditivos e óleos oriundos do refino de petróleo. Eles não possuem o mesmo desenvolvimento tecnológico e performance comparado com o óleo lubrificante sintético e ou semissintético, porém são os mais comuns e atendem algumas demandas importantes.

Suas características principais são:

  • Menor preço;
  • Atendem às exigências dos carros mais antigos;
  • Duram menos, com intervalos de trocas reduzidos.

Óleo lubrificante sintético

Os óleos sintéticos, por sua vez, são produzidos por óleos básicos sintéticos e aditivos. Isso resulta em uma melhor performance nos motores e supre demandas que os óleos lubrificantes minerais não atendem. É o caso dos veículos que são utilizados em grandes cidades e enfrentam condições severas de funcionamento. Além disso, eles protegem mais o motor, aumentando a durabilidade, devido ao fato da composição química ser mais estável, proporcionando maior resistência a oxidação e degradação e menor desgaste das peças do motor.

As principais características deste tipo de lubrificantes são:

  • Maiores intervalos de troca de óleo;
  • Maior proteção e durabilidade dos motores;
  • Maior limpeza interna do motor;
  • Excelente relação custo/benefício;
  • Evita a formação de borra e verniz.

Óleo lubrificante semissintético

Elaborados pela mistura de óleos básicos minerais e sintéticos em proporção mínima definida, os óleos semissintéticos buscam reunir as melhores propriedades de cada tipo de lubrificantes – mineral e sintético.

Suas características são:

  • Preço intermediário;
  • Boa durabilidade e proteção.

Viscosidade

A viscosidade é uma propriedade dos óleos lubrificantes automotivos que refere-se a fluidez do produto em determinada temperatura. Hoje, o mercado oferece a opção de óleos multiviscosos devido às diferentes demandas dos motores em dois momentos diferentes, quando o motor é ligado ou quando já está em funcionamento por algum tempo.

Os óleos mais viscosos são mais grossos, pesados e com menor fluidez. Para determinar o nível de viscosidade e também identificar os produtos do mercado para os consumidores, é utilizado o grau SAE (Society of Automotive Engineers).

A nomenclatura utilizada identifica os níveis de viscosidade e facilita o entendimento do público. Para isso são utilizados dois números, um para indicar a viscosidade em baixa temperatura e outro para alta temperatura.

Por exemplo: Óleo Havoline SAE 5W-30.

O número 5 representa a viscosidade do óleo no momento da partida do motor. Já o 30, é a viscosidade do óleo quando o motor estiver em movimento e plena temperatura operacional. Dessa maneira, você já pode determinar quais óleos são mais robustos que outros.

Comparando: SAE 5W30 / SAE 10W-40.

O óleo lubrificante SAE 10W-40 é mais viscoso no momento da partida e em funcionamento que o SAE 5W-30.

O SAE 5W-30 por ser mais fino, facilita seu bombeamento e flui mais rápido para a parte superior do motor, lubrificando mais rápido o eixo de comando de vávulas.

Entender as propriedades dos óleos lubrificantes ajuda muito na hora das vendas. Dúvidas de clientes podem ser rapidamente respondidas, caso surjam. Mostrar que você e sua equipe entendem do assunto aumenta a confiança do seu público e isso faz com que eles retornem, aumentando o faturamento do seu negócio.

Guia de Marketing para automotivos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *